Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Pr. Silas Malafaia: um cego querendo guiar outros cegos?


Nessa manhã, assisti ao final do programa do Pr. Silas Malafaia, onde dizia que tinha conseguido uma oportunidade maravilhosa: a de ter à sua disposição uma rede mundial de satélites, que possibilitaria a transmissão de seu programa para os quatro cantos do mundo, com dublagem ou legenda em inglês. Além disso, para 2010 o pastor tem planos de fazer uma nova “escola de líderes”, similar à do ano passado, além das cruzadas propriamente ditas pelo país. Para isso, contudo, é necessário que o povo de Deus se sensibilize financeiramente, uma vez que serão necessários mais 70 mil ofertantes fiéis a partir de R$ 30,00, e pelo menos mais 820 com doações acima de R$ 1.000,00 (esses têm um título mais pomposo, o de gideões).

Mas qual o problema, já que o objetivo citado pelo Pr. Malafaia é a propagação do Evangelho entre as nações?

O problema é que, em nome de uma possível vaidade pessoal, que faz com que o dito pastor se ache o mensageiro de Deus nesses últimos dias (o único que pode cumprir a missão televangelística mundial), teremos um cego guiando outros cegos.

Ora, há tempos que o Pr. Malafaia tem demonstrado seu sutil afastamento do Evangelho puro e simples. Aqui nesse blog mesmo temos um artigo recheado de vídeos, que comprova a quantidade de contradições nas quais o dito pastor tem se arvorado, com o intuito de manter seu status de senhor da verdade gospel.

Entre outras coisas, temos visto o Pr. Malafaia abraçar com as duas mãos a famigerada teologia da prosperidade, que prega que quanto mais você pagar, mais o deus mercenário deles lhe dará em troca. É uma teologia que anula totalmente o amor de Deus ao ser humano, tornando essa relação puramente comercial, mercantilista. Como Deus não precisa gastar o dinheiro arrecadado, essa difícil missão acaba recaindo sobre seus “ungidos”, que se vêm no direito de cobrar dízimos, trízimos, ofertas milionárias, podendo até vender unções especiais como a da nobreza, invenção do Ap. (?) Terranova. Quem consegue as bênçãos teve fé; quem não consegue, não teve fé suficiente e deverá ofertar mais (põe mercenário nesse deus, hein!).

O Pr. Malafaia também demonstrou, recentemente, não ter o mínimo de discernimento espiritual ao julgar como “profeta de Deus” uma pessoa como o tal do Pr. Morris Cerullo. O tal profetizou que quem desse R$ 900,00 para o ministério do Pr. Malafaia receberia até dia 31 de dezembro de 2009 uma “unção financeira sem limites”, a “última distribuição das riquezas mundiais”. Levando-se em conta com foram arrecadados milhões nessa brincadeira, e que o programa foi reprisado umas 10 vezes no ano passado, realmente não entendo o porquê do Pr. Malafaia estar agora esmolando ofertas de 30 ou de 1.000 reais: basta que cada novo milionário da unção Cerulliana entregue uma ínfima parte de tudo o que recebeu até dia 31 passado. Ou será que a tal “unção financeira” foi apenas mais um embuste de espertalhões, embuste esse que ajudou o Pr. Malafaia a também recentemente comprar seu próprio aviãozinho pela bagatela de 12 milhões?

Além dessas sandices gospel, livremente pregadas pelo Pr. Malafaia em rede nacional, temos o fato de que sua pregação há muito tempo não se direciona à evangelização, mas à “instrução” de quem já é crente. Em suas pregações televisivas, prega sobre como o crente pode ser vitorioso. Ora, se sua pregação é, em quase sua totalidade, direcionada para quem já é crente, qual o interesse de que isso seja levado em nível mundial?

Ninguém é dono da verdade. Ninguém é essencial para a obra de Deus aqui na terra. A obra é de Deus, e Ele usa quem ele quer, quando e onde Ele quer. Alguém se achar imprescindível na pregação, ainda mais apresentando a quantidade de erros doutrinários que o Pr. Malafaia tem apresentado, é querer ser cego guiando outros cegos. E o final da história todos conhecemos: caem todos no buraco.

Que Deus possa nos tirar a vaidade de achar que a obra é nossa, e que assim possamos deixar que Ele nos use da forma que bem entender. Dessa forma, com a obra sendo feita por Deus através de nós, não precisaremos ficar esmolando ofertas em púlpitos ou programas de televisão, e ainda ter que ficar justificando que a obra precisa de dinheiro, dessa forma envergonhando ainda mais o Evangelho aos olhos daqueles que supostamente visam converter a Cristo.

Ora, já perceberam que a teoria defendida pelos profetas da prosperidade só funcionam para o povo, e nunca para eles mesmos?

About these ads

67 comentários em “Pr. Silas Malafaia: um cego querendo guiar outros cegos?

  1. Marcelo Ramos
    02/01/2010

    Eu realmente me canso dessa tal teoria falida de espirito e graça…

    Espero que pessoas que idolatram malafia, não somente a ele como outros “lideres”, possam abrir os olhos para a verdade pura e simples de Deus…

    Que Deus tenha piedade daqueles que submetem aos enganos da doutrina suja e distorcida, somente a graça e misericordia de Deus para iluminar essas pessoas…

    Um belo artigo…

    Fique em paz.

    • Andre da cunha fontes
      17/07/2010

      Tenho que concordar com sua colocação a respeito do Silas Malafaia.
      Tive uma experiencia, quando morei em BH em 1998, ano que iniciou o ” Culto da Vitoria” nas tres capitais, RJ-terça, BH-quarta e SP- quinta . Não perdia um culto e presenciei como multidões se espremiam na entrada da Igreja Batista Getsemani para assisti-lo.
      Ja em SP, quando fui transferido de meu serviço, fiz questão de me tornar membro da Assembleia de Deus do Bom Retiro, so para não perder um culto do Malafaia. Pude constatar algumas aberrações, como a chegada do Pastor Silas em uma Mercedes Bens 0KM, enquanto uma multidão que nem carro tinha e ainda pedia sacrificio de todos nas ofertas e dizia que estava com dificuldade financeira para pagar os programas de TV.
      Hoje percebo, pelos anos que tenho de Evangelho, que ainda posso ser abençoado com pregações do Silas Malafaia e de alguns pregadores que não engulo a postura de vida deles, porque creio que a palavra de Deus tem de ser pregada, ainda que os interesses desses ditos” Pastores de Multidão” sejam em enaltecer os seus nomes mais do que a Deus!
      A melhor postura não e ser radical, pois vejo que muitos são abençoados, contudo a maioria das pessoas são enganadas, porque procuram a igreja para resolver exclusivamente os seus problemas ( financeiro, pessoal, saude, etc.) e não para buscar a Deus.
      Hoje se eu tivesse que escolher um lider espiritual para minha vida, procuraria aquele Pastor que não so mandasse, vai! mas que fosse o primeiro a ir a frente!
      Se dissesse: irmãos voces precisam dar carona aos irmãos, teria de ser a primeiro a oferecer seu carro, caso tivesse.
      Se dissesse que os membros precisam fazer faxina no templo, a postura do lider seria dar o exemplo a todos, sendo o primeiro a fazer a limpeza.
      Hoje, me reservo com a postura de não difamar os Pastores ( estou tentando), nem aqueles que, em minha razão, são difamadores : “lobos em roupa de cordeiros”, porque creio que no dia do Juizo a Biblia diz que o Joio cresce junto do Trigo e se arrancarmos o joio com o nosso comentario racional, por causa de suas raizes profundas, irão levar consigo muito trigo. Jesus disse: Deixa ! que no dia da colheita (na morte) o joio e o trigo serão cortados, o trigo para o alimento, mas o joio para o fogo eterno.

      • josé vicente de sousa neto
        19/07/2010

        Caro André,
        Gostei muito do seu texto, recheado de bom senso e mansidão cristã.
        Aqui mesmo, no blog da Vera você vai ver alguns textos meus carregados de indignação; e não é para menos, já que estes detratores do evangelho travestidos de pastores, bispos, missionários, apóstolos e outros menos votados zombam de todos nós e escarnecem das nossas críticas. O tal “apóstolo” valdemiro santiago, por exemplo, é pródigo em ironias.
        Mas, assim como você, eu estou decidido a mudar de postura; primeiro porque mesmo com todas as denúncias e todas as críticas em dezenas de sites e blogs, sempre vai haver gente disposta a encher os cofres destes lobos vorazes, até porque a grande maioria acha que dando mil, Deus vai lhe restituir com dez ou cem mil, reduzindo o Criador a um mero tesoureiro da humanidade.
        Em segundo lugar, eu descobri que estes falsos pastores são dignos de pena, vítimas da própria ambição; almas corroídas pelo amor ao dinheiro; homens e mulheres que perderam a fé pelo caminho, e hoje trocaram a promessa de vida eterna pelos prazeres, pela fama, pelo poder e pelo conforto que só o mundo pode oferecer; e nós sabemos muito bem quem é o príncipe deste mundo.
        Tudo isso, porém, não impede que nós alertemos os nossos amigos e irmãos: Igreja não é lugar de se vender nada; igreja não precisa ter carro de luxo, fazenda, avião, empresas, etc.; igreja não tem dono.
        A função do pastor é servir, e não mandar. Quem é verdadeiramente ungido é humilde e manso de coração e não autoritário e ironico.
        Eu pretendo parar com as minhas críticas ácidas e ferozes, mas vou continuar denunciando a exploração da fé alheia, pois foi justamente o que Jesus Cristo fez.
        Devemos, daqui para a frente, escrever textos baseados na palavra de Deus exortando estes detratores do evangelho a que se arrependam, que busquem a Deus novamente e voltem a acreditar que Jesus Cristo veio para nos garantir a vida eterna e para deixar bem claro que esta vida não vale nada.
        Eu mesmo vou fazer isso agora: Caros amigos Silas Malafaia, Edir Macedo, Marco Feliciano, casal Hernandes, RR Soares, Valdemiro Santiago, Samuel Ferreira, Jabes Alencar e outros menos votados: Voltem para as veredas do Senhor sem pão e sem dinheiro, dando de graça o que de graça receberam; não bebam o sangue das pobres ovelhas e nem lhes arraquem o couro, tenham misericórdia e compaixão; não adicionem fardos pesados à vida dos necessitados e peçam perdão a Deus…Ainda há tempo.
        Um abraço fraternal, amigo…e vamos escrever mais.
        Que Deus nos abençoe e nos guarde.

      • Estrangeira
        03/08/2010

        Amém, José Vicente!!!

      • Estrangeira
        03/08/2010

        Andre, entendo sua colocação, mas veja bem… o que seria da Igreja hoje, se no passado os apóstolos e os Pais da Igreja não tivessem apontado os erros doutrinários humanos, e por isso não tivessem, muitos, até morrido por Cristo? Nós, protestantes, somos fruto do sacrifício de John Huss e dos apontamentos de Lutero, Calvino, e tantos outros… Se Lutero tivesse simplesmente se calado ante a Igreja Cristã da época (a Romana), o que estaríamos vivendo hoje como cristianismo? Se João Batista não apontasse o erro dos fariseus, em especial de Herodes e sua amante, Salomé não teria lhe pedido a cabeça. Porém João Batista não temeu apontar o erro doutrinário dos homens, e por isso o próprio Jesus disse que, entre os nascidos de mulher, João Batista era o maior.

        Apontar os erros doutrinários é um ministério, não dos melhores, dos que dão fama e dinheiro gospel, mas daqueles que nos fazem indesejáveis e até odiados por boa parte da igreja evangélica brasileira, a parte que está imersa em erros e heresias. Porém, importa que sejamos amados de Deus e não por homens.

        Meu marido (Paulo, blog As Pedras Clamam) diz sempre: o mal não está na mentira, mas nas meias-verdades. Quando alguém prega algo de bom, e depois prega uma inverdade, tendemos a achar que o bom que ele prega já vale. Engano: o bom que ele prega ajuda a dissiminar o mal. É como o espiritismo: fazem o bem, têm a aparência de bem, mas pregam algo enganoso, que passa por verdadeiro pelo suposto bem que eles fazem.

        O diabo, quando tentou Jesus no deserto, só disse coisas que estavam na Palavra de Deus, mas por trás das verdades que proferia Jesus discerniu toda a mentira enrustida. Assim agem os lobos em pele de cordeiro nos nossos dias.

        Fique na Paz!

    • Eu com certeza, o vejo como um homem honesto, que ensina a verdade, defende, o que está escrito na biblia, conforme o que diz na palavra. Acredito, quem guia cegos são os Padres, Sacerdotes da Igreja Romana. O Pastor Malafaia tem compromisso com Deus de falar, pregar, ensinar, defender a palavra da verdade, escrita na Biblia.Mas aceito as críticas, como uma perseguição, uma calúnia, difamação, sem ser verdade, porque o diabo, tem raiva de quem realmente faz a vontade de Deus, que prega, fala e prova a verdade escrito na biblia. Pois Jesus falou que sofrerei perseguições, aflições por viver e difundir e espalhar da verdade,por minha causa, pelos, os que perecem, ou ainda estão indo para o inferno, por não conhecer da verdade, e não entender dos mistérios da biblia, e por falta de ler. Como diz a biblia, conhecereis a verdade, e a verdade os libertarás. Então podem, acusar de qualquer coisa, pois ele se está protegido, debaixo das potentes mãos do Senhor Jesus, ele como defensor da verdade, alcança vitórias, porque isso é só acusações do diabo, por querer denegrir a imagem dele. O diabo tenta, mas não tem exito nas suas estratégias, porque diz na biblia, que a legião do mal, não prevalece com aqueles que estão firmados na rocha, que é Jesus Cristo.O diabo tenta acabar com os verdadeiros Cristãos, mas não tem o poder, nas suas mãos para acabar com os crentes que vivem a palavra, mas só pode acabar com as reuniões, mas com o povo de Deus, nunca acabará. Eu estou com a palavra, e não com o Pastor Silas Malafaia, ele como homem pode falar e defender o que ele quer, conforme a palavra, contida na biblia. Louco é o homem, que confia no homem, eu realmente se ele fala, defende a verdade, estou com ele nessa luta. Sou contra falsos ensinamentos, fora do padrão biblico. Isso que está escrito neste site,contra o Pastor, é só uma perseguição, mas não passa de perseguição, porque não consegue provar nada. Isto aqui, é um relato de pessoas, que não entende, não sabe nada de biblia, porque a verdade dita pelo Pastor aqui, é loucura, para os que perecem, pois não entende nada, essas verdades que o pastor defende é uma coisa, que é motivo de ódio, isso é tipico de Satanás, quem odeia faz a vontade do diabo, e quem luta contra os homens de Deus, não luta contra o homem, mas contra Deus. Doa a quem doer, a verdade deve ser dita, é o caso do pastor, por ele dizer da verdade, muitos o odeiam, fazem calúnias. Mas a biblia diz, ai daqueles que dar contra o ungido do Senhor, muitas coisas do mal pode acontecer, até ser lançado o mesmo ao inferno.

  2. josé vicente de sousa neto
    02/01/2010

    Olá Vera,
    há muito tempo eu não fazia nenhum comentário aqui, mas estou tão indignado que preciso falar.
    Hoje de manhã(2/12/2010) assisti Silas Malafaia defendendo com unhas e dentes o famigerado “apóstolo” Valdemiro Santiago.
    Quero dizer que concordo com o Silas no que diz respeito ao ato arbitrário da prefeitura de São Paulo, que mandou lacrar a sede da “igreja” do tal Valdemiro.
    A prefeitura está errada. Não deveria ter lacrado só a sede, mas todas as igrejas do “apóstolo” enganador.
    Silas Malafaia tenta nos convencer de que a igreja evangélica sofre perseguições no Brasil.
    Na verdade, se o nosso país fosse um país sério, todos estes embusteiros televisivos já teriam sido processados por exploração da fé alheia.
    Pergunto a Silas Malafaia: Qual é a lei que nos protege do trízimo? da unção financeira de 900 reais? do “galãozinho” de água por 100 reais? do Carnêzinho? do saquitelzinho?
    Corja! Raça de Víboras!
    Sabe Silas, você pode continuar a destilar arrogancia e autoritarismo mas não conseguirá escapar de apocalipse 3:17: Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;
    Sabe Vera, eu fico indignado, mas até entendo: São apenas homens, e homens tão fracos e tolos que não resistem à sedução do dinheiro; e que por isso mesmo não merecem crédito. Sem dúvida alguma, arderão no fogo eterno.
    Só mais uma coisa, Vera: Também estou em busca desta mesma igreja e se for necessário fundar uma, sou voluntário desde já.

  3. lane
    02/01/2010

    meus queridos irmaos nao se esqueçam que daremos conta de todas as nossas palavras a Deus no ultimo dia.Davi nao teve coragem de ir contra Saul porque Saul era um homem escolhido de Deus,Eles tmb sao homens escolhidos por Deus para pregar a palavra independente de como ele estao agindo nao devemos julgar pois so a um juis. eles vao prestar contas de tudo, mais nos tambem iremos e daremos conta de tudo que estamos falando de pessoas levantadas por Deus. A biblia nos ensina a orar se eles encomodam parem de assistir e ouvir os progamas deles, vâo orar ou ler a bliblia vâo evangelizar algo que edifique suas vidas. A paz de Deus para todos

    • jose vicente de sousa neto
      03/01/2010

      Olá,
      Você realmente tem razão. Saul era um ungido de Deus, mas isso não significa que valdemiro, Silas e outros menos votados o sejam.
      Jesus Cristo não teve medo, não ficou calado e não fingiu que os fariseus não existiam.
      Jesus Cristo nunca disse: É assim mesmo.
      Jesus Cristo nunca disse: Deixa pra lá.
      Ele enfrentou os sacerdotes e doutores da lei e açoitou os vendilhões do templo.
      Quem pede o trízimo não é ungido de Deus.
      Quem vende unção financeira a 900 reais não é ungido de Deus.
      Ser crente não é fingir-se de surdo e cego.
      A verdadeira unção, aquela que Deus nos dá, é uma unção de coragem e não de covardia.

  4. desfrutandodagraca
    03/01/2010

    Confesso que não perco meu tempo assistindo estes programas gospel, não darei audiencia para algo que vejo como manipulação e quando posso incentivo outros a não ver estes ‘ungidos’ falarem tantas inverdades…

    Parabéns pelo blog, sempre q posso venho dar uma atualizada….

    (se puder acesse o meu http://desfrutandodagraca.wordpress.com/)

    fiquem na paz de Cristo

  5. Laudinei
    03/01/2010

    lane:
    Sobre Saul que fora de fato “ungido” por Deus para ser rei de Israel esaiu de sua vontade , concordo que DAvi não tocou em sua vida, mas DAvi não ficou paradinho vendo a “banda passar”.
    Ele fugiu da presença de Saul, montou um bando, naõ obecia mais a Saul e ainda o humilhou quando apesar de não te-lo matado fez questão de mostrar que poderia te-lo feito.

    laudinei
    exemplobereano.blogspot.com.br

  6. Renaldo
    04/01/2010

    Estava sentindo falta de suas matérias. Fico feliz que tenha voltado.

    Quanto ao Silas Malafalha, concordo com você que o negócio dele é só com crentes. Ele não tem mensagem evangelistica. Alías, já comentei sobre isso em outro artigo. Acho que ele está querendo ser um Jimmy Swaggart brasileiro. Coitado, está muito longe de tal possibilidade. Pena que os otários continuaram acreditando e contribuindo com as vaidades pessoais dele.

    Interessante, que no mesmo programa que passou no sábado (lembrando que ele vai repetir a mesma ladainha programa em vários dias da semana!), ele (a esposa dele também) mostrou a “visão social” de seu ministério entrevistando o responsável de uma casa de recuperação e outra líder comunitária onde fiquei imaginando que com a quantidade de arrecadação que ele deve ter aquilo não significa, em termos proporcionais, absolutamente nada, e além disso, não é mais do que sua obrigação.

    Lembrando que o Silas Malafalha tambem justificou seus recém- adquiridos bens e riquezas com um contrato “profissional” de livros publicados (segundo ele 500 mil cópias). O cara acha que só bobo que ouve ele!

    Estrangeira, é sempre um prazer deixado postado um comentário aqui em seu blog.
    Fique bem e na Graça
    Feliz ano novo.

  7. Reinaldo
    04/01/2010

    Meu nome foi errado! É o Reinaldo de Almeida.
    Abraços

  8. Joelson Gomes
    04/01/2010

    Infelizmente Silas caiu em desgraça, o dinheiro e a fama fizeram com ele o que todos devemos ter medo que aconteça conosco. Que Deus nos livre, mas pela Biblia e pela história é tão dificil ser livre disso.

    Joelson Gomes

    http://gracaplena.blogspot.com

  9. Reinaldo
    04/01/2010

    Olá estrangeira! Fico feliz em saber que voltou a escrever. Fez falta.
    Quanto ao Silas Malafalha, todo sabemos que ele só prega pra crente. Num comentário passado já havia dito isso. Ele não tem uma mensagem evangelística. Agora ele que ser o novo Jimmy Swaggart brasileiro e pregar sua mensagem de auto ajuda gospel para poder arrecadar em dólares tambem.
    No conheço nenhum “incrédulo” que se converteu com suas mensagens!

    o interessante é que o programa de sabado será repetido em todos os dias da semana, além disso ele mostrou seu apoio para as “obras assistenciais” que em termos de proporção em arrecadação financeira de seu ministério nada significa, pois como mostrado no programa de sábado, era para um centro comunitário e casa de recuperação de viciados e que se repartissemos o valor de seu jatinho, com certeza daria para construir dezenas dos mesmos.

    Além disso, ele justificou sua riqueza nababesca, afirmando que se tratava das vendas de 500mil cópias de seu livro. ele pensa que sua falácia é só para idiotados ouvir. Pena que muitos continuarão “apoiando” o Malafeita!

    quem dera voltassemos à simplicidade do Evangelho.

  10. CRISTIANO LOUSADA
    04/01/2010

    Que o Senhor tenha misericórdia das vossas almas!

    Em I Crônicas 16, 21 e 22:
    “A ninguém permitiu que os oprimisse; antes, por amor deles, repreendeu a reis, dizendo: “Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas””.

    Ninguém mexe com servo de Deus, e o Senhor cumpre o que promete.

  11. Reinaldo de Almeida
    05/01/2010

    Cristiano Lousada, o que voce não entendeu ainda, é que no Evangelho de Jesus Cristo, todos nós fomos ungidos e todos temos o entendimento do Santo (I ° João 2:20). Leia tambem I ° Pedro 2:9, onde se diz que somos, sacerdotes, reino e povo exclusivo de Deus.

    Na Nova Aliança do Evangelho de Jesus “TODOS SOMOS” ungidos, raça eleita e povo exclusivo. Ninguém tem exclusividade maior do que outros. Acho que voce ainda não entendeu sua posição em Cristo.

    Além disso,oro para que o Silas Mala volte para o evangelho que ele abandonou, e acho que voce deveria fazer a mesma coisa além de aprender o evangelho de verdade e aprender a exercer discernimento!

    O texto que voce usou não serve como defesa de sua crença! Está fora do contexto. Entenda a Bíblia direito!

  12. Rene
    05/01/2010

    este mala alem de extorquir dinheiro dos “crentes”é arrogante ao ponto de chamar quem faz sua oferta de gratidão a Deus de trouxa sendo que os verdadeiros trouxas são aqueles que caem no conto do “pastor”. e dai aparece os seus lacaios para defender usando versos fora do contextos , coisa que até o diabo fez ao tentar Jesus no deserto.

  13. Pr. Josias Almeida
    07/01/2010

    Muito lindo e abençoador seu blog amado pastor… Que o Espirito Santo continue lhe usando em suas potentes e santas mãos… A propósito lhe sugestiono meu blog… Sua passadinha por lá muito nos honrará… Deus lhe abençõe…

    http://josiasalmeida.blogspot.com/

  14. Filipe Costa
    07/01/2010

    Só uma correção: A aeronave não custou 12 milhões como citado, e sim 20 milhões e 800 mil reais. É mais dinheiro do que se possa imaginar…

  15. lane
    09/01/2010

    meu querido irmao rene;extorquir significa tirar a força,obter com violencia,arrancar. e ele(pastor silas) nao esta fazendo nem uma desta coisas, quem oferta faz por que quer nao por ser trouxa como diz vc. e garanto a vc que não usei verso fora do contexto e garanto mais ainda que nao sou nem um lacaio.
    sou sim crente lavada e remida pelo sangue de Cristo que Deus te abençoe.

  16. Laudinei
    10/01/2010

    Segundo o comentario acima extorção é:
    tirar a força,
    obter com violencia,
    arrancar.
    Então todos teremos que concordar que o Malacheia extorque as pessoas pois ele tira a força, não com força fisica mas pscologica.
    Ele violena textos biblicos e em consequencia a mente de suas inocentes “ovelhinhas” e arranca a grana deste povo.

  17. Priscila Costa
    15/01/2010

    meus irmãos para e pense quantas almas foram salvas atraves do ministerio do apostolo valdemiro e silas malafaia. se não fossem homens usados por DEUS creio que DEUS não permitiria , que tantas pessoas que estavam no mundo voltassem para DEUS! o nosso DEUS é um so e em nenhum momento vejo os dois dizendo se voces nao ajudarem vao para o inferno ou nao teram bençãos .creio que DEUS cobrara de cada um que falou mal daqueles que ele ungiu para pregar sua palavra o que vale é a nossa fé em cristo os apostolos,pastores são apenas mensageiros agora cabe a cada um de nós acredita ou não mais se DEUS não te disse que eles não são dele! então calem-se !!!não julgaras o teu proximo ,nao falaras mal do teu proximo ao invés de perderem tempo julgando aqueles que adoram a DEUS e não estao nem ai para criticos leiam a biblia a provem da palavra de DEUS! se achares escrito na biblia que o senhor proibi as ofertas para casa dele,se acharam na biblia que o senhor proibi a divulgação do evangelho de cristo no mundo então critiquem .caso contrario calem-se.

  18. Priscila Costa
    15/01/2010

    Na Lei de Deus, os israelitas tinham a obrigação de entregar a décima parte das crias dos animais domésticos, dos produtos da terra e de outras rendas como reconhecimento e gratidão pelas bênçãos divinas (ver Lv 27.30-32; Nm 18.21,26; Dt 14.22-29). O dízimo era usado primariamente para cobrir as despesas do culto e o sustento dos sacerdotes. Deus considerava o seu povo responsável pelo manejo dos recursos que Ele lhes dera na terra prometida (Mt 25.15; Lc 19.13).

    No âmago do dízimo, achava-se a idéia de que Deus é o dono de tudo (Êx 19.5; Sl 24.1; 50.10-12; Ag 2.8). Os seres humanos foram criados por Ele, e a Ele devem o fôlego de vida (Gn 1.26,27; At 17.28). Sendo assim, ninguém possui nada que não haja recebido originalmente do Senhor (Jó 1.21; Jo 3.27; 1Co 4.7). Nas leis sobre o dízimo, Deus estava simplesmente ordenando que os seus lhe devolvessem parte daquilo que Ele já lhes tinha dado.

    Além dos dízimos, os israelitas eram instruídos a trazer numerosas oferendas ao Senhor, principalmente na forma de sacrifícios. Levítico escreve várias oferendas rituais: o holocausto (Lv 1; 6.8-13), a oferta de manjares (Lv 2; 6.14-23), a oferta pacífica (Lv 3; 7.11-21), a oferta pelo pecado (Lv 4.1—5.13; 6.24-30), e a oferta pela culpa (Lv 5.14—6.7; 7.1-10).

    Além das ofertas prescritas, os israelitas podiam apresentar outras ofertas voluntárias ao Senhor. Algumas destas eram repetidas em tempos determinados (ver Lv 22.18-23; Nm 15.3; Dt 12.6,17), ao passo que outras eram ocasionais. Quando, por exemplo, os israelitas empreenderam a construção do Tabernáculo no monte Sinai, trouxeram liberalmente suas oferendas para a fabricação da tenda e de seus móveis (ver Êx 35.20-29). Ficaram tão entusiasmados com o empreendimento, que Moisés teve de ordenar-lhes que cessassem as oferendas (Êx 36.3-7). Nos tempos de Joás, o sumo sacerdote Joiada fez um cofre para os israelitas lançarem as ofertas voluntárias a fim de custear os consertos do templo, e todos contribuíram com generosidade (2Rs 12.9,10). Semelhantemente, nos tempos de Ezequias, o povo contribuiu generosamente às obras da reconstrução do templo (2Cr 31.5-19).

    Houve ocasiões na história do AT em que o povo de Deus reteve egoisticamente o dinheiro, não repassando os dízimos e ofertas regulares ao Senhor. Durante a reconstrução do segundo templo, os judeus pareciam mais interessados na construção de suas propriedades, por causa dos lucros imediatos que lhes trariam, do que nos reparos da Casa de Deus que se achava em ruínas. Por causa disto, alertou-lhes Ageu, muitos deles estavam sofrendo reveses financeiros (Ag 1.3-6). Coisa semelhante acontecia nos tempos do profeta Malaquias e, mais uma vez, Deus castigou seu povo por se recusar a trazer-lhe o dízimo (Ml 3.9-12).

  19. Priscila Costa
    15/01/2010

    enfim acreditamos em DEUS
    VAMOS LER A BIBLIA e estuda-la
    vamos orar a DEUS e pedir que no ajude a comprender sua palavra e por fim conhercer verdadeiramente a palavra de DEUS AMÉM GRAÇA E PAZ MEUS IRMÃOS!!!!!!

  20. Nilza Coutinho
    15/01/2010

    Querida Priscila,

    Tudo que vc citou acima foi baseado no antigo testamento e não sei se vc sabe… aquele povo vivia pela lei de Moisés. Era um povo que dizimava, circuncidava, guardava os sábados, etc, etc.
    Mas, hoje querida, vivemos exclusivamente pela Graça do nosso Senhor.
    Veja o que o Apóstolo Paulo falou para os gálatas: “Estai pois firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. E de novo´protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda lei. SEPARADOS ESTAIS DE CRISTO, vós os que vos justificais pela lei; DA GRAÇA TENDES CAÍDO…”(Galatas 5:1-4)
    Agora, eu te pergunto: hoje, os que vivemos pela graça de Cristo, guardamos os sábados? os homens, crentes no Senhor, circuncidam-se? Certo que não! e por que somos obrigados a dizimar? Deixo a resposta pra você!!!
    Precisamos sim, estudar a biblia e clamar por misericordia de Deus para que Seu Espírito Santo venha nos dar discernimento.
    Que a Graça so Senhor seja contigo!

    Em Cristo!

  21. estela esmerio
    24/01/2010

    Engraçado né,o VT é extorquido da Bílbila,menos a parte do dízimo,mas no NT não se fala em dízimo em momento nenhum,aí sim o velho testamento serve…

  22. Priscila Costa
    25/01/2010

    concerteza vc tem razão é no velho testamento pois hoje somos livres. agora saiba que o dizimo não é obrigatorio é isso que quero que todos saibam é dizimista quem quer do mesmo jeito que na biblia esta escrito tenha fé
    ou seja é para voce ter fé e não viver pela fé dos outros
    tudo em nossas vidas é movido pela fé eu tenho fé que vou conseguir,fé que vou vencer ou seja não vou vencer porque o pastor falou ou vou conseguir porque fulano falou eu vou vencer porque o meu DEUS é comigo e porque tenho fé nesse DEUS, vou dizimar porque eu quero não porque o fulano mandou. é dizimista da igreja quem quer!
    se o ministerio de sila,valdemiro cresceu é porque realmente a bençãos atraves da palavra de DEUS ditas pelos seu servos não ha como provar que não a bençãos atraves das orações desses homens,vá na igreja do pastor valdemiro e veja com seus olhos leprosos curados ,doentes sarados ,mais não é ele quem cura ele apenas abre os olhos dessas pessoas para que venham conhecer esse DEUS maravilhoso e venham ter fé é a fé que move montanhAs não as palavras eu sou exeMplo vivo que pela fé DEUS MOVE MONTANHAS.peço que DEUS te abençoe tanto quanto tem me abençoado .
    e que todos aqueles que procuraram igrejas e tiveram alguma decepção por causas de falsos profetas, que infelizmente existem[aqueles que realmente so querem dinheiro, que não se importa com vc]peço meu perdão a vcs atraves de DEUS ,por essas pessoas que não tiveram um verdadeiro encontro com DEUS e decepcionaram os que foram ate eles procurando uma palavra de conforto. pois infelizmente na biblia mesmo esta escrito que havera falsos profetas mais isso não significa que vc não encontrara os veRdadeiros profetas de DEUS.mais quando tiveres um problema ore entregue-o nas maos desse DEUS.
    tenha fé muita fé e va sim a uma igreja mais não em qualquer uma pesquise até se for necessario ,e va naquela que DEUS tocar em teu coração mais não chegue la achando que DEUS vai te da tudo ,carros ou alguma fortuna
    pois DEUS É TUDO !SE VC TEM DEUS TEM TUDO!os bens materias serão conquistados podes crer nisso.
    amém que a graça do nosso SENHOR JESUS cristo estejam com todos.e que DEUS fale nos corações de vcs como tem falado comigo.
    gloria DEUS!

    • edvaldo viana
      26/09/2011

      O ministerios desse safados cresce porque tem a supervisão de um terço de demônios que desceu à terra, eles fazem curas, mas não ressussitam mortos, e cobram caro para se enriquecerem, bando de safados, Deixa a hora que o Todo Poderoso colocar as mãos neles. Dá dinheiro quem é cego e não conhece a s verdade Bíblicas. Lei o Apocalipse e verás tudo lá.

  23. Priscila Costa
    25/01/2010

    sem mais comentarios..
    se quiser sabe mais leia biblia .
    obrigada bjos..
    e graça e paz a todos!
    nosso DEUS é o unico que nunca falhará!

  24. João
    11/02/2010

    “Até os falsos profetas farão grandes prodígios e sinais”, disse Jesus.

    Uma certa ocasião alguns fariseus disseram algo para Cristo concernente a Herodes, e Cristo respondeu o seguinte: ” Ide dizer a essa rapôsa…”. Portanto, não tenhamos medo de expôr a Biblia diante daqueles que tentam envergonhar o Evangelho.

    Oremos, jejuemos, leiamos a Bíblia, cantemos louvores a Deus; mas também não sejamos medrosos e tímidos com relação àqueles que querem enriquecer com o evangelho(Leiamos em Atos dos Apóstolos de que forma esses mercenários foram tratados por Paulo).

  25. Aécio
    12/02/2010

    Êita, se o Silas vai estar nos “quatro cantos do mundo” a gente vai precisar arranjar um lugarzinho sossegado lá “nos quintos”… (desculpe não resisti a piada!).

    pr Aécio

  26. paula frassinete
    17/02/2010

    ki vergonhaaa. Deus certamente ta entristecido cm essa contenda. Acho ridiculo pastores ficarem batendo boca, julgando esse ou akele colega. vão estudar a BBil. ki vcs ganham mto mais. O importante é ki o evangelho seja pregado e ganhe almas, resgatando pessoas da criminalidade, drogas, prostituiçao etc. se o silas tem aviao e comprou cm suor dos outros, deixe ki Deus o julgue. kem nao tiver pecado ki atire a primeira pedra. Procurem seguir os ensinamentos da Palavra de Deus e parem de perseguir esse ou akele ministerio. ki vergonha…ki mal exemplo… Podem nao gostar do meu comentario, ms, é isso ki penso de todos vcs. vao orar e se converterem.

    • Olá Paula,
      Se você acha que devemos ficar calados, leia o capítulo 58 de Isaías e veja o que Deus fala aos pastores infiéis de Israel.
      Outra coisa: Jesus Cristo enfrentou cara a cara os líderes da igreja da época, chamando-os de hipócritas e mentirosos.
      João Batista os chamou de raça de víboras.
      Paulo teve a vida ameaçada várias vezes.
      Nós não precisamos julgar ninguém: Quem vende unção financeira já está julgado; quem compra avião com dinheiro dos outros, já está julgado; que recorta as páginas de uma bíblia para esconder dinheiro, já está julgado; quem pede o trízimo e realiza falsas curas, já está julgado.
      Está escrito: Deus nos deu um espírito de coragem e não de covardia.

  27. paula frassinete
    22/02/2010

    ENTAO, KEM N TIVER PECADO KI ATIRE A PRIMEIRA PEDRA. SO DEUS PODE NOS JULGAR. VCS JA VIRAM ALGUM MINISTERIO TIRAR TNT DROGADO DOS MALDITOS VICIOS? ATE HJ N TINHA VISTO E NAO É MENTIRA NAO, PQ EXISTEM PESSOAS KI Ñ SABEM ENGANAR E TODOS OS TESTEMUNHOS REPUTO COMO VERDADEIROS, MSM PORQUE NINGUEM É ARTISTA AO PONTO DE REPRESENTAR TAO BEM. Ñ POSSO NEGAR KI DE INICIO, ACHEI O VALDEMIRO UM CHARTALAO, CHATO, MENITIROSO, ANTIPATICO ETC E TAL, MAS, DPS KI VI MEU ESPOSO DE OLHO ARREGALADO N TV, EM SENDO UM HOMEM FRIO NO TOCANTE A ESSES MTOS ENGANADORES KI DIARIMANTE SURGEM NOS PROGRAMAS TELEVISIVOS, ME INTERESSEI EM ASSITIR E ACREDITE KI DESCOBRI KI É UM MINISTERIO DIFERENTE DOS DEMAIS. NUNCA VI TNT UNÇAO E PODER DE DEUS. QTO A KESTAO DA PETIÇAO DE DINHEIRO, Ñ SOU UMA PESSOA FACIL DE SOLTAR GRANA SEM TER CERTEZA DA SUA VERDADEIRA FINALIDADE E POR INCRIVEL KI PARECA, APOS TER VISTO OS DROGADOS LIBERTOS, PESSOAS DE POIUCOS RECURSOS SENDO CURADAS E OUTRAS TRANSFORMAÇOES N VIDA DE MTOS, RESOLVI SEM PESTANEJAR, AJUDAR A ESSA OBRA, EMBORA Ñ PERTENÇA A NENHUMA IGJ, MAS, KERO DA A MHA CONTRIBUIÇAO, NAKILO KI OS GOVERNANTES FAZEM VISTA GROSSA. PUDE VER KI MTAS PESSOAS KI TENTARIAM O SUICIDIO, RECUARAM DE TAL INTENTO, APÓS ASSITIREM A PREGAÇAO DA PALAVRA ATRAVES DO APOSTOLO. PORTANTO, ISSO PRA DEUS É MARAVILHOSO, PQ A BIBLIA NOS DIZ KI ELE Ñ KER KI NENHUMA ALMA SE PERCA. PORTANTO, VAMOS AJUDAR AO PROXIMO A OBTEREM A SALVAÇÃO. ASSIM COMO DIZ O APOSTOLO PAULO. IMPORTA KI O EVANGELHO SEJA PREGADO. QTO AO PREGADOR, SO DEUS PODERÁ JULGA-LO. KI A GRACA DO SENHOR JESUS HABITE EM NÓS NOS DANDO PAZ E SABEDORIA. AMEM

    • Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!
      6 Porque será como a tamargueira no deserto, e não verá quando vem o bem; antes morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável.
      7 Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR.
      8 Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto.
      9 Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?

      23 Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
      24 Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

      4 Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis.

      13 Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo.
      14 E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.
      15 Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.

  28. Olá vera
    Gostaria de fazer um apelo a todos os que navegam aqui.
    Estou comovido com o apelo que Silas Malafaia vem fazendo desde a semana passada:
    Ele disse que precisa de “alguns milhões”(sic) no prazo de 3 ou 4 dias e por isso precisa que nós doemos uma “semente especial” para o seu ministério; em troca, ele vai pedir a Deus para que multiplique por 100, até o final do ano, o valor que cada um der.
    A parceria funciona da seguinte forma: Primeiro, você multiplica o dele, e depois ele pede a Deus que multiplique o seu.
    A situação de Silas Malafaia é realmente dificil; imagine você precisando de milhões em poucos dias…é desesperador.
    Além disso, tudo indica que ele carrega consigo alguma maldição, pois Deus nunca ajuda a ele, a não ser através de nós.
    Por isto, estou fazendo este apelo para que todos nós ajudemos o pobre do Silas. Afinal, não é fácil manter um jato executivo, pagar tripulação, etc.
    Não é fácil manter filhos e netos sendo educados nos Estados Unidos e na Europa.
    Não é fácil manter centenas de empregados distribuidos por várias empresas.
    Ainda bem que ele não paga impostos, senão seria bem pior.
    VAMOS AJUDAR!!!

  29. gessica barreto de oliveira
    26/02/2010

    NAO FAÇO A MINIMA IDEIA DE QUE TIPO DE PESSOAS FAZEM CERTAS CRITICAS.MAS VAMOS SER CINCEROS,VCS FALAM PARECENDO QUE MORREM DE INVEJA!!! E DAI SE O PASTOR SILAS TEM UM JATINHO,E DAI SE ELE TM SUA PROPRIA GRVADORA E EDITORA?E VCS?O Q TEM? SE FOREM ABASTADOS,ISSO EH BOM.MAS E SE FOREM POBRES?ATE MAIS DO QUE ELE?O QUE EU ACREDITO.DEUS HONRA OS SEUS.SE ELE FEZ POR MERECER,DEUS VAI EXAUTA-LO MAIS AINDA,P INVEJA D MAIORIA.DEUS NAO EXAUTOU A DAVI? D UM SMPLS PASTOR A REI!OU VCS ACHM QUE EH O DIABO QM O EXAUTA? VCS PRECISAM LER A BIBLIA,ISSO SE EU ESTIVER FALANDO P SERVOS DE DEUS,NUMCA SE SABE.SE VCS PRESTAREM ATNÇAO,ELE NOS DA ISNTRUÇOES SOBRE COMO VENCER AS ESTRATEGIAS DE SATANAS,COMPROVANDO NA PALAVRA.OU SERA Q EH O DIABO QM USA ELE P ENSINAR COMO DESTRUIR SEU PROPRIO REINO? NAO!!! VCS NAO ESTAO XINGANDO QALQR POLITICOZINHO,OU FAMOSO QUE VIVE DANDO ESCANDALO.VEJAM POR SI MESMOS.SE VCS CRITICAM,E ATE XINGAM,É PORQ ACOMPANHAM SEUS PROGRAMAS P ENCONTRAREM ALGUMA RZAO P ACUSAR.E TENHO CERTEZA D Q NENHU DE VCS SE DEDICAM NAS ESCRITURAS TANTO QNTO ELE DEMONSTRA.O DIABO NAO EXALTA O NOME DO FILHO DE DEUS TODO PODEROSO,QUE MORREU NA CRUZ E RESSUSCITOU AO TERCEIRO DIA E ESTA ASSNTADO A DESTRA D PAI.POIS O PROPRIO JESUS DSSE,Q UM REINO DIVIDIDO NAO PROSPERA,E PRINCIPALMENTE O DE SATANAS.E SE VCS NAO CONCORDAM CM SEUS APELOS A OFERTAS SOLIDARIAS,TAMBEM NAO CRITIQUM,POIS PAULO DISSE SE O TEU IRMAO COME CARNE E TU NAO COME,NAO CRITICA ELE Q COME.É SÓ COMER O PEIXE E CUSPIR AS ESPINHAS.EU SEI Q NENHUM SERVO DE DEUS É PEFEITO,MAS VCS DEVIAM MEDIR AS PALAVRAS DE VCS ANTES DE FALAREM QUALQUER COISA DOS SERVOS DE DEUS,NAO SO OS FAMOSOS,MAS O MENOR Q SEJA.PRINCIPALMENTE SOBRE ASSUNTOS Q VCS DESCONHECEM.VCS NAO SABEM DA VIDA INTIMA DELE CM DEUS.NEM SABEM SE TUDO O Q ELEW TEM HOJE FOI COM O ESFORÇO DO SEU TRABALHO,OU SECULAR,OU A DEUS.DEUS MOVE CEUS E TERRA EM FAVOR DOS Q TEM COMPROMISSO COM SUA PALAVRA.E JAMAIS SE ESQUEÇAM:DEUS É UM SANTO JUIZ,E VAI COBRAR CADA PALAVRA DE OFENSA Q FORM DIRIGIDAS AOS SEUS SERVOS.DEUS VAI TRAZER à TONA A VERDADE…VÃO FAZER ALGUMA COISA Q EDIFIQM,QNTAS ALMAS VCS JA GANHARAM?ELE JA GANHOU MUITAS.VCS SABEM PREGAR A PALAVRA DE DEUS COMO CMVEM?ELE SAB MAIS Q A MAIORIA?VCS TEM UNÇÃO E OUSADIA? ACHO Q NAO,OU NAO TARIAM PERDENDO O TMPO D VCS FALANDO MAL DA VIDA DOS SERVOS D DEUS.VCS TÃO CM INVEJA? VÃO FAZER POR MERECER…..

  30. Ângela
    03/03/2010

    Depois de me afastar da presença do Senhor por apoximadamente dez anos, e viver uma vida destruida tanto espiritual, financeira, pessoal e familiar.Retornei aos braços do Pai através das pregações do Pr. Silas Malafáia e Progamas da IURD(IG. Universal), Hoje sirvo a Deus na Renascer em Cristo.O Senhor restituiu meu casamento( 6 anos separada) uniu a minha familia hoje sou prospera , feliz e o mais importante tenho Paz de Espírito. A Presença de Deus é frequente na minha vida como me explica esta chuva de bençãos?

  31. Reinaldo
    03/03/2010

    DISSE JESUS:
    “Sem mim nada podeis fazer…”;

    “Muitos me dirão naquele dia: Senhor! Senhor! Não profetizamos nós em Teu nome e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? Então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci! Apartai-vos de mim vós que praticais a iniquidade!

    Aquilo que é exaltado diante dos homens, é abominação
    diante de Deus!

    (respectivamente nos evangelhos de João, Mateus e Lucas; é só procurar e entender…)
    De fato, já havia pensado nisso e não perco mais o meu tempo ouvindo o Silas Malafaia.
    Reinaldo de Almeida

  32. claudio
    12/03/2010

    A s coisas estao indo de mal a pior, o Silas que defencia a ortodoxia a todo custo vendeu-se para a teologia falida da prosperidade, FIDCO imaginando como um homem com tanto conheicmento ignora a exejegue de forma tao funesta

  33. marlene
    20/03/2010

    Gostaria de fazer um breve comentário, porque se preocupar com alguém que voces julgam que distorce
    o evangelho, Jesus afirmou em sua palavra “Não julgo,
    e quando julgo o faço juntamente com o meu pai>
    Vocês estão se colocando como juizes de Deus. Ore
    para que o reino de Deus chegue a todos e deixe os
    julgamentos e “condenação” para quem tem autorida-
    de para isso.
    Obs. Não pertenço a igreja do Pastor Silas Malafaia e
    muito pouco assisto aos seus programas, mas muito
    me entristece ver um espaço desse ser ocupado
    para “juizes de Deus” atrapalhar a unidade do corpo
    de Cristo. Se liguem, ocupem esse espaço para levar o
    reino de Deus e não o seu juizo.

  34. paula frassinete
    20/03/2010

    ki comentarioo pertinente. ki coisa sadia. Ate tinha deixado de visitar ese bog pq pasava mal cm tnt asneira. Gente deixem de criticar e preguem a Palavra. O fim ta chegando e o Juiz estará la n Gde Dia pra julgar a todos nós. ninguem ficará de fora.. todos nós…..
    é bom ficarem alertas

  35. cleber
    01/04/2010

    bom teve testemunho de pessoas sobre oferta entaum não critique o ministerio dos outros….
    axou ruim ore pelo cara
    vcs axam q ele ta desviando dinheiro? cuidado com o q sai da boca ou dos dedos d vcs… julga profeta não é o melhor caminho!!

    • Caro Cleber,
      hoje de manhã o Silas estava pedindo uma oferta voluntária de 1000 reais. Seja honesto: vc vai dar? Se não vai dar, diga porque.

  36. Ricardo
    05/05/2010

    Não vamos criticar o chatinho que quer brincar de jatinho. Isso não é bom…deixem o pobrecinho em paz…talvez seja a forma que ele encontrou de ir para o céu.
    Só não pode dar o jatinho pra um piloto crente de verdade, que ele corre sério risco no dia do arrebatamento.

    Ricardo

  37. Ricardo Maciel
    05/06/2010

    Já tive um programa na Tv no canal 09 Rio de Janeiro (CNT)

    ERA UM PROGRAMA DE APENAS 15 MINUTOS,ANTES DO PROGRAMA DO PR.SILAS E APENAS DUAS VEZES NA SEMANA.

    DEPOIS DE TRES MESES NO AR NOS COMUNICARAM QUE O PROGRAMA NÃO SE ENCAIXAVA NA NOVA GRADE E PRECISARIA MUDAR DE HORÁRIO (NOSSO PROGRAMA IA AO AR, AS 16:45 E PELO PREÇO QUE PAGAVAMOS SÓ NOS RESTAVA O HORÁRIO DE 05 DA MANHÃ, A iGREJA EM REUNIÃO OPTOU POR NÃO CONTINUAR O PROGRAMA, E NA MESMA SEMANA NOSSO HORÁRIO FORA COMPRADO PELO PROGRAMA VITÓRIA EM CRISTO DO PR.SILAS.

    AGUARDAMOS UM PROGRAMA REALMENTE VOLTADO A EVANGELIZAÇÃO. QUEM SABE UM DIA!

    FIQUEM NA PAZ!

  38. graziela
    19/07/2010

    Olha, gente, creio q estamos perdendo tempo precioso falando e “mal” de nossos irmãos, se começar-mos a olhar para o homem, que é falho, já teríamos nos desviado ou jamais entrado em uma igreja, esse tempo poderíamos ter gasto ganhando vidas pra Jesus, deixe-mos pro Senhor julgar, pois cada um dará conta de si mesmo.
    Há tanto por fazer pelas almas sedentas.
    Há tanta gente lá fora precisando de refrigério.
    Fiquem todos na paz de Cristo.
    Graziela Buschirolli.

    • Estrangeira
      03/08/2010

      Graziela, será muito mais fácil ganhar vidas para Jesus quando essas vidas virem uma igreja santa, que vive o Evangelho sem buscar riquezas materiais. Por isso é importante extrairmos os enganos do nosso meio.

      Fique na Paz!

  39. regiane concilia
    11/08/2010

    vivo este dilema em minha própria casa, meu esposo e sua família acham o máximo todo esse lixo gospel, entram nos tais desafios e tudo o mais que lhe disserem esses “homens de Deus” e ai de quem julgá-los! digo mais: são pessoas esclarecidas, estudadas e inteligentes, mas, creio eu, as técnicas de persuasão desses homens são tão eficazes, que superam qualquer coisa!
    meu irmão mesmo diz: – o pior é que esses pentecostais sempre tem argumentos bíblicos para te convencer do contrário e, o homem prefere muito mais ouvir sobre vitória, poder e unção do que sobre Como Jesus Faria…

  40. TIMOTEO DE LIMA
    24/08/2010

    Malaquias 3.10 – Um Texto Aplicável a Igreja?

    O texto de Malaquias 3.10 deve servir de base para a prática do dízimo na igreja? Entendo que não. Segue abaixo, de forma bastante objetiva as devidas razões:

    1. O livro do profeta Malaquias foi escrito especificamente para o povo de Israel. Sua mensagem profética tem a sua razão e o seu lugar próprio no tempo, e no espaço
    “Sentença pronunciada pelo Senhor contra Israel, por intermédio de Malaquias.” (Ml 1.1) “Assentar-se-á como derretedor e purificador de prata; purificará os filhos de Levi e os refinará como ouro e como prata; eles trarão ao Senhor justas ofertas. Então, a oferta de Judá e de Jerusalém será agradável ao SENHOR, como nos dias antigos e como nos primeiros anos.” (Ml 3.3)
    “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ófilhos de Jacó, não sois consumidos.” (Ml 3.6)
    Afirmar que as profecias e as orientações específicas de Malaquias se aplicam “literalmente” à Igreja, é uma atitude que implica na quebra de princípios básicos, sérios e confiáveis que norteiam uma interpretação gramático-histórica da Bíblia;
    “[...] os princípios do sistema gramático-histórico de interpretação, que surgiram em antioquia pela primeira vez como princípios pensados e conscientes, representam o modelo de interpretação que mais bem corresponde aos pressupostos do Cristianismo histórico quanto à natureza das Escrituras” (Nicodemus, 2004, p. 256)
    Bentho (2003, p. 69-71) diz que a função da hermenêutica e exegese bíblica, dentre outras, é compreender o sentido do texto dentro de seu ambiente histórico-cultural e léxico-sintático. Qualquer interpretação que tenta forçar o texto a dizer o que não diz, seja de forma voluntária ou involuntária, com base em pressupostos ou premissas previamente estabelecidos pelo intérprete, que ignora o contexto sob pretexto ideológico, que ignora a mensagem e o propósito principal do livro e que não analisa o texto à luz de outros, não deve ser confiável.

    2. A mensagem de Malaquias está fundamentada na necessidade de se observar o cumprimento da Lei do Senhor, prescrita para o povo de Israel
    “Lembrai-vos da Lei de Moisés, meu servo, a qual lhe prescrevi em Horebe para todo o Israel, a saber, Estatutos e juízos.” (Ml 4.4)
    Não vivemos sob a Lei de Moisés:
    “Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo”. (Gl 2.19)
    “Ora, a lei não procede de fé, mas: Aquele que observar seus preceitos por eles viverá” (Gl 3.12)
    “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão” (Gl 5.1)

    3. Os que se utilizam de Ml 3.10, acabam por incorrer na alegorese, ou seja, no abuso de uma interpretação fundamentada na escola alegórica.
    “Quem alegoriza fala ou escreve sobre alguma coisa por intermédio de outra, procurando desvendar sentidos simbólicos, espirituais ou ocultos. [...] De acordo com o método alegórico, o sentido literal e histórico das Escrituras é completamente desprezado, e cada palavra e acontecimento são transformados em alegoria de algum tipo, a fim de escapar de dificuldades teológicas ou para sustentar certas crenças estranhas e alheias ao texto bíblico. Assim, não interpreta o texto bíblico, mas perverte o verdadeiro sentido deles, embora sob o pretexto de buscar um sentido mais profundo ou mais espiritual” (Idem, 2003, p. 124)
    O uso claro de alegorese em Ml 3.10, é afirmar que a “casa do tesouro” e a “minha casa”, citadas no texto se aplicam aos templos cristãos. É equivocado também declarar, que as maldições ali citadas, virão também sobre os crentes. Vale lembrar as palavras de Paulo em Atos 17.24 “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas.”
    Muitos se utilizam do texto de Ml 3.7-11, tirando-o do seu contexto, para colocar a “faca no pescoço dos simples”, amedrontando-os com maldições ou acusando-os de ladrões, no que diz respeito a prática do dízimo. Volto a declarar que a Bíblia não deve ser interpretada segundo as nossas conveniências.
    Compreendo ainda pela Palavra, que na Igreja, o dízimo não deve ter a sua prática incentivada a partir de Malaquias, mas sim, a partir de Abraão (Gn 14.18-20) e Jacó (28.18-22) que contribuíram voluntariamente, livre de qualquer preceito legal, sem medo de qualquer punição ou castigo, sendo unicamente movidos por pura adoração em reconhecimento àquele que provê todas as coisas.
    As bases motivadoras e punitivas que norteiam as contribuições financeiras na Igreja, estão prescritas em 2 Co 9.6-15
    “E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria. Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra, como está escrito: Distribuiu, deu aos pobres, a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá semente ao que semeia e pão para alimento também suprirá e aumentará a vossa sementeira e multiplicará os frutos da vossa justiça, enriquecendo-vos, em tudo, para toda generosidade, a qual faz que, por nosso intermédio, sejam tributadas graças a Deus. Porque o serviço desta assistência não só supre a necessidade dos santos, mas também redunda em muitas graças a Deus, visto como, na prova desta ministração, glorificam a Deus pela obediência da vossa confissão quanto ao evangelho de Cristo e pela liberalidade com que contribuís para eles e para todos, enquanto oram eles a vosso favor, com grande afeto, em virtude da superabundante graça de Deus que há em vós. Graças a Deus pelo seu dom inefável!“
    Dizimar e contribuir com outras ofertas, não pode ser encarado por cristãos como um fardo ou jugo da lei. Deve sim, ser percebido como um privilégio e como um ato livre e amoroso que reconhece em Deus o sustentator, provedor e criador de todas as coisas.
    O Dizimo, preceito cristão?
    A prática do dízimo é um tema controvertido nas igrejas evangélicas, tendo, de um lado, defensores apaixonados e, do outro, críticos ardorosos. Para alguns, é uma espécie de legalismo judaico preservado na igreja cristã. Para outros, trata-se de uma norma divina que tem valor permanente para o povo de Deus, na antiga e na nova dispensação. Os críticos do dízimo afirmam que sua obrigatoriedade é contrária ao espírito do evangelho, pois Cristo liberta as pessoas das imposições da lei. Os defensores alegam que essa posição é interesseira, porque permite às pessoas se eximirem da responsabilidade de sustentar generosamente a igreja e suas atividades. O grande desafio nessa área é encontrar o equilíbrio entre tais posições divergentes. O que está em jogo é uma questão mais ampla — o conceito da mordomia cristã, do uso que os cristãos fazem de seus recursos e bens.

    Os dados bíblicos
    O dízimo (do latim “decimu”) pode ser definido como a prática de dar a décima parte de todos os frutos e rendimentos para o sustento das instituições religiosas e dos seus ministros. Trata-se de um costume antigo e generalizado, sendo encontrado tanto no judaísmo como nas culturas vizinhas do Oriente Médio. Essa prática é claramente estabelecida no Antigo Testamento, sendo até mesmo anterior à lei de Moisés (Gn 14.20; 28.22). O dízimo era devido primariamente a Deus, como expressão de gratidão por suas bênçãos e consagração a ele. Mais tarde, tornou-se um preceito formal na vida religiosa dos hebreus (Lv 27.30-32), sendo destinado especificamente para o sustento dos levitas (Nm 18.21-24). Em Deuteronômio, está associado a uma refeição comunitária festiva e ao auxílio aos necessitados (12.17-19; 14.22-29; 26.12-14). Às vezes era dado liberalmente (2Cr 31.5-6; Ne 10.37-39; 12.44) e em outras ocasiões retido fraudulentamente (Ml 3.8-10). Nos escritos do Novo Testamento, o dízimo é mencionado explicitamente apenas nos Evangelhos e na epístola aos Hebreus, sempre em relação aos judeus. Jesus aprovou a prática, mas a censurou quando se tornava uma expressão de frio legalismo (Mt 23.23; Lc 11.42; 18.12; ver Am 4.4). Em Hebreus, é mencionado em conexão com Melquisedeque, uma figura do sacerdócio de Cristo (7.1-10). As epístolas paulinas falam muito sobre ofertas para a comunidade, mas sua ênfase maior é sobre as contribuições voluntárias (2Co 9.6-7). O Novo Testamento não fornece muitas informações sobre o sustento do trabalho regular da igreja. Todavia, as informações disponíveis destacam atitudes como gratidão, fé, amor e generosidade como motivações centrais da mordomia cristã.

    O dízimo na história
    No início da igreja, a informalidade e a simplicidade das estruturas não exigiam muitos recursos para sua manutenção. Não havia templos nem ministério em tempo integral (muitos líderes eram “fazedores de tendas”, como Paulo). A maior carência estava na área social ou beneficente. Daí a grande ênfase nas ofertas, principalmente em situações de particular necessidade (ver 1Co 16.1-4; 2Co 8.1–9.15). No entanto, o princípio de que a contribuição devia ser marcada pelo desprendimento e liberalidade se manteve, como se pode ver na “Didaquê”, um manual eclesiástico do 2º século: “Tome uma parte do seu dinheiro, da sua roupa e de todas as suas posses, segundo lhe parecer oportuno, e os dê conforme o preceito” (13.7). No final do mesmo século, Irineu de Lião se referiu aos cristãos como aqueles que “separam todas as suas posses para os propósitos do Senhor, entregando de modo alegre e espontâneo as porções não menos valiosas de sua propriedade” (“Contra as heresias” IV.18). Com o passar do tempo e a crescente institucionalização da igreja, houve a necessidade de uma forma padronizada de contribuição. Com isso, recorreu-se ao precedente bíblico já conhecido e testado por muito tempo — o dízimo. Ao longo dos séculos, ele se tornou obrigatório — uma espécie de imposto eclesiástico — e na época de Carlos Magno passou a integrar a lei civil. No final da Idade Média surgiram abusos quando os dízimos, em certos casos, se tornaram um instrumento para a compra de cargos eclesiásticos (simonia). Houve controvérsias quando as pessoas buscavam fugir ao pagamento dos dízimos enquanto outras tentavam se apropriar desses rendimentos para si mesmas. Os países que tinham igrejas estatais recolhiam os dízimos dos fiéis em troca do sustento da igreja e do pagamento dos salários dos ministros (côngrua). No Brasil colonial, em virtude do sistema conhecido como “padroado”, o dízimo se tornou o principal tributo arrecadado pelo estado português.

    Validade atual
    A questão que se coloca é a seguinte — o dízimo é valido hoje em dia para os cristãos? É uma forma legítima de contribuição cristã? São muitos os fatores a serem considerados na busca de uma resposta. Em primeiro lugar, é preciso atentar para o ensino bíblico global sobre o lugar que os bens devem ter na vida do crente. Deus é o senhor e proprietário supremo de todas as coisas. Os seres humanos são mordomos, ou seja, administradores dos recursos e dádivas de Deus. Aqueles que realmente o amam, são gratos por suas bênçãos e querem servi-lo, se sentirão movidos intimamente a contribuir para causas que engrandecem o seu nome. A segunda consideração é pragmática. A igreja é uma associação voluntária. Ela não tem outra fonte estável de sustento a não ser as contribuições dos seus membros. As ofertas ocasionais comprovadamente são insuficientes para atender a todas as necessidades financeiras da comunidade cristã. Torna-se necessário um método de contribuição que seja regular, generoso e proporcional aos recursos dos fiéis. Outro argumento se baseia numa comparação entre Israel e a igreja. Os cristãos entendem que têm recebido bênçãos muito maiores que a antiga nação judaica. O que para esta estava na forma de promessas, para os cristãos são realidades concretas, presentes. A vinda do Messias, sua obra de redenção, seus ensinos e os de seus apóstolos (o Novo Testamento), a dádiva do Espírito Santo e a revelação mais plena da vida futura são exemplos desses grandes benefícios usufruídos plenamente na nova aliança. Daí decorre o seguinte raciocínio: se Deus prescreveu o dízimo para o antigo povo de Israel, seria de se esperar que ele requeresse menos dos cristãos, detentores de maiores dádivas? Portanto, muitos estudiosos concluem que o dízimo deve ser, não o teto da contribuição cristã, mas o piso, o mínimo, o ponto de partida.

    Conclusão
    A questão do dízimo é tão difícil para muitos cristãos porque toca numa parte sensível da sua vida — o bolso. Parece excessivo entregar um décimo dos rendimentos para Deus, para a causa de Cristo. Nem todos têm o desprendimento e a generosidade da pobre viúva elogiada por Jesus (Mc 12.41-44). Todavia, o dízimo pode ser uma bênção na experiência do cristão em dois sentidos. Primeiro, como um desafio para a sua vida espiritual. Dar o dízimo pressupõe uma relação de amor, gratidão e compromisso com Deus e com as pessoas que serão beneficiadas com essa contribuição. Em segundo lugar, é também um desafio para a melhor administração da vida financeira. Muitas pessoas têm dificuldade em contribuir para a igreja e suas causas porque são desorganizadas em suas finanças, gastam mais do que podem, não têm um senso de prioridades em seu orçamento. A prática do dízimo produz uma disciplina que beneficia outras áreas da vida. Para aqueles que querem trilhar esse caminho, a sugestão é que comecem a aumentar gradativamente a sua contribuição, até atingir o padrão do Antigo Testamento… e então ir além dele.

    A Igreja e o Seu Dinheiro – O Que Diz a Bíblia?

    Os Vendilhões do Templo estão de Volta!
    Esta noite tive um sonho, que jamais vou esquecer: estava em terra bem distante, pastos verdejantes, sob um céu azul. Nesta terra havia um santo, homem que fazia o bem; assisti a suas curas em Jerusalém. Eram homens e mulheres, que prostravam-se no chão, e faziam qualquer coisa, para tocar em suas mãos. Quem tocava em suas vestes, já sentia sua luz – pois sabiam, que seu nome era Jesus! 1
    E este mesmo Jesus era aclamado pelas multidões como “profeta Jesus, de Nazaré da Galileia” 2. E o profeta Jesus, o Filho de Deus, ao entrar em Jerusalém, seguido de perto pelas multidões, dirigiu-se ao Templo de Salomão, centro da Religião Judaica. E entrando Jesus no Templo, encontrou os que vendiam bois, ovelhas e pombas, e também os cambistas ali sentados. Assim, confeccionou uma espécie de chicote de cordas, e expulsou todos para fora do Templo, bem como as ovelhas e os bois; e espalhou o dinheiro dos cambistas, e virou-lhes as mesas.
    Um historiador primitivo relata sobre Jesus der tido naquele dia:
    – Está escrito: a minha casa será chamada “casa de oração”; todavia, vocês a transformaram num covil de salteadores (Mateus 21.13).
    Qual o motivo da revolta de Jesus? Não é verdade que, aparentemente, aqueles homens estavam fazendo o bem, e promovendo algo útil a Religião Judaica, instituída pelo próprio Deus? Senão, vejamos:
    Eles vendiam “bois”, “ovelhas” e “pombos”. Tudo isso era necessário para as grandes multidões que subiam ao Templo para sacrificarem ao Senhor.
    Havia entre eles também cambistas. Estes também eram necessários, pois gente vinda de todas as partes do mundo, precisavam de alguém que intermediasse na conversão de moedas, e coisas do tipo.
    Além disso, digno de nota que tal coméricio estava sendo feito na área reservada aos gentios 3, e não dentro do Templo propriamente dito. Mesmo assim, a fúria de Deus se ascendeu contra eles naquele dia. Qual a razão?
    A razão, meu queridos irmãos, é muito simples: a religião, apesar de manter uma aparencia externa de bem, havia se transformado em coméricio, em paganismo. Os vendedores não estavam ali para servir o povo em alguma necessidade, antes, para venderem e lucrarem. E os compradores, em sua maioria, não estavam ali para simplesmente adorarem a Deus com seus sacrifícios: queriam apenas cumprir um ritual religioso, pelo qual pagavam o que os comerciantes pediam. Por isso, Jesus expulsa ambos do Templo: “expulsou todos os que ali vendiam e compravam” (Mateus 21.12).
    Não é de hoje que o dinheiro se coloca na raiz da maioria dos problemas que a Igreja de Jesus tem enfrentado ao longo dos séculos. Alguns criticos da fé cristã, inclusive, tentam usar isso para denegrir o Evangelho de Cristo; todavia, são tolos que não percebem que tais problemas já foram previstos na própria Escritura, e portanto, antes de testemunharem contra a a inspiração divina das Boas Novas, eles a confirmam;
    Se alguém ensina alguma doutrina diversa, e não se conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, injúrias, suspeitas maliciosas, disputas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja fonte de lucro…! – I Timóteo 6. 3-5.
    A a religião da piedade não pode ser fonte de lucro. O contrário disso, além de ser ilegal, segundo a Legislação Brasileira, é também anti-biblico. O máximo que o Novo Testamento pode autorizar é o necessário para o sustento do obreiro, conforme lemos em I Timóteo 5. 17,18. Além disso, Paulo também afirma que“assim também ordenou o Senhor aos que anunciam o Evangelho: que vivam o Evangelho” (I Coríntios 9.4).
    Este claro mandamento do Senhor, tem sido usado como desculpa para aqueles que fazem da religião cristã, sua fonte de lucro – e que lucro!

    FICAM NA PAZ DO SENHOR E ESPERO QUE EU TENHA AJUDADO UM POUCO A COMPREENSÃO DOS AMADOS IRMÃOS!!!

  41. josé vicente
    29/08/2010

    Olá Timóteo,
    Gostaria de fazer alguns comentários sobre o seu estudo a respeito do dízimo. Sobre o livro de Malaquias, gostaria de dizer que Deus está dirigindo-se aos sacerdotes e deixa bem claro que o que Ele quer é “oferta em justiça”. Nos capítulos 1 e 2 fica claro também que o roubo não se referia a dinheiro e sim à oferta verdadeira, ao verdadeiro amor a Deus. O que é maravilhoso na bíblia é que independentemente do contexto histórico, social e religioso, não paira nenhuma dúvida sobre os propósitos de Deus.
    è importante que as pessoas saibam que quando um pastor lê o capítulo 3 de Malaquias, ele está tentando passar uma responsabilidade que é dele, para as ovelhas; e ao deturpar o evangelho, transformando “dízimo” em “dinheiro”, estão tentando enganar a Deus e usurpando o direito de òrfãos e viúvas.
    Sobre o sustento da igreja, gostaria de dizer que há uns 5 anos eu ouvi o “missionário” David Miranda, líder “supremo” da igreja Deus é Amor dar o seguinte recado pelo rádio: “Atenção irmãs que cuidam dos dízimos e das ofertas em todas as igrejas Deus é amor: Os dízimos devem ser enviados para a igreja-sede; toda igreja sobrevive só com as ofertas, e ainda sobra”.
    Você há de convir que deste assunto o “missionário” entende; é o negócio dele.
    Sou ardoroso defensor da oferta, conforme o coração de cada um; mas dízimo mensal, em dinheiro, não é bíblico e não é honesto. Não é de Deus.
    Você cita no seu estudo, com muita propriedade, o texto de II Corintios, 9:6-15 e o elege como base motivacional da contribuição à igreja.
    Eu incluiria, também o capítulo 8 onde Paulo fala de “riqueza generosa em meio a profunda pobreza”; “deram voluntáriamente, pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos”.
    No mesmo capítulo 8 observamos também que trata-se de oferta de uma igreja para outra, e não de membros para uma igreja(“para que haja igualdade”, como bem disse Paulo); sabe por quê? porquê dentro das igrejas ninguém era dono de nada e tudo era de todos; portanto, ofertas não eram necessárias.
    mas o melhor o capítulo 8 está no versículo 9, que transcrevo agora:

    “Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis”.

    Deixo uma pergunta: Este mesmo Jesus Cristo quereria o dinheiro de alguém, hoje, para quê?

  42. Pedro
    14/09/2010

    Pessoal!
    Se alguém me pede esmola (dinheiro) eu dou ou não; se dou eu não tenho que ficar pensando se vai gastar com bebida, cigarros ou outros vícios, se não dou não tenho que recriminar quem dá; apenas faço o que JESUS disse: Dá a quem ti pede ou o que uma mão dá não enteressa a outra.

    Outra coisa:
    Vcs estão usando a palavra de DEUS para culpar e outra para se justificar (querendo se declarar justo) ENTRE VC X SILAS MALAFAIA ou VC X VALDOMIRO somente há um justo CRISTO. Esse joguete com a palavra de DEUS simplesmente me lembra A TENTAÇÃO DE JESUS em que o Diabo usava palavras de DEUS.
    Uma outra coisa no novo testamento fala-se a respeito do dízimo sim, e se não tem este conhecimento perguntem aos Pastores de vcs.
    Muitas pessoas veem estes dopoimentos, inclusive não crentes. Então ñ deem oportunidades ao diabo ele apenas quer uma palavra sua para obter legalidade.
    Portanto em NOME DE JESUS não toquem mais neste assunto e respeitem uns aos outros.
    EU NAO PRECISO DE RESPOSTA E SE ALGUÉM RESPONDER EU NÃO RETORNAREI .
    GLÓRIA AO ALTÍSSIMO.

  43. Edimar
    24/11/2010

    Exietém várias Igrejas Católicas no Mundo e no Brasil, como por exemplo de Nossa da Penha , Trindade, Nossa Senhora da Aparecida, Porta das Caixas, São Francisco, São Pedro, Santo Antônio, Santa Paulina e outras que são tidas como Milagrosas, lá você ver testemunho de pessoas que pela Medicina não tem mais cura, que foram curadas, pessoas que na hora do perigo foram salvas milagrosamente, estas pessoas atribuem a intercecção dos santos. Na Umbanda, muitas pessoas também são curadas e atribui a cura ao Pai de Santo e aos Santos da Umbanda, e várias outras religiões ocorrem curas , milagres e nas Igrejas Evangélicas não ficam por menos, atribui a Deus por intercecção do Pastor TAL, ou foi por intermédio do Pastor TAL que obteve a CURA e a Salvação. JESUS quando curou, curou pessoas de diversas religiões, posição social, raça e o que ele dizia a estas pessoas: “A TUA FÉ O SALVOU ” ou “A TUA FÉ O CUROU”. A FÉ em DEUS é o principal, não é a Igreja, o pastor , o padre, isto fica tão claro que muitas Igrejas onde ocorrem curas, o próprio Padre ou Pastor (que administra a missa ou o culto) são portadores de doenças e não são curados, e pessoas que nunca frequentaram Igrejas ou não sabem quase nada sobre Deus , são aquelas que obtém a Cura e a Salvação. Eu, você e qualquer um que tenha FÉ em Deus é capaz de se CURAR E SALVAR.

    DEUS ESTÁ NO MEIO DE NÓS, BASTA INVOCAR

  44. Edimar
    24/11/2010

    Quanto ao dízimo, também tem haver com AMOR AO PRÓXIMO, em toda minha vida nunca nenhuma pessoa veio bater em minha porta para cobra 1(um) centavo seguer,mesmo na época das vacas magras, minhas contas são rigosamente pagas no dia que faço o compromisso de pagar, acredito que por este motivo, todas as vezes (várias), quando estou em dificuldade financeira, no último momento, Deus abre uma porta (fico imensamente feliz por isto, sei que posso contar com Deus), nos momentos difíceis da vida. Por outro lado tenho conhecimentos de muitos religiosos que pagam o dízimo rigosamente em dia, mas não cumpre os seus compromissos com o próximo (até mesmo com irmãos de fé), depois vem falar que quém não paga o dízimo está em débito com Deus e também existém aqueles que recebem o dízimo e empregam em uso próprio, quando poderia esta distribuindo aos mais necessitados.

    Somos todos iguais perante a Deus, o amor em Deus nos une.

  45. MINISTÉRIO CORROMPIDO O DE SILAS MALAFAIA, BASTA VER SUAS PREGAÇÓES DE 30 ANOS ATRAZ E COMPARAR COM AS DE HOJE, ANTIGAMENTE ELE DIZIA QUE A ASSEMBLEIA DE DEUS ERA A IGREJA VERDADEIRA, QUE AS IGREJAS TRADICIONAIS ESTAVAM NADANDO PRA MORRER NA PRAIA, HOJE ELE APOIA, VALDEMIRO SANTIAGO, UM APROVEITADOR DA FRAQUEZA DE PESSOAS HUMILDES E SEM ESCLARECIMENTOS, ELE ICENTIVOU VALDEMIRO SANTIAGO A COLOCAR EM MANIFESTAÇÃO, CONTRA O FECHAMENTO DA SUA IGREJA EM SÃO PAULO, 100 MIL PESSOAS DIZENDO A SANTIAGO PELA TELEVISÃO, COLOCA 100 MIL PESSOAS NAS RUAS DE SÃO PAULO E VEJA SE CASSAB VOLTA ATRAZ OU NÃO,,, ISSO PROVA QUE É UM HOMEM DESEQUILIBRADO, JESUS PODIA FAZER ISSO, NÃO FEZ, JESUS PODIA APELAR PARA MIRÍADES DE ANJOS NA HORA DA SUA PRISÃO, NÁO O FEZ, ESSE MALAFAIA DEVERIA VIVER NO VELHO TESTAMENTO, ELE SERIA TALVEZ,,,,,,, UM,,,, ELIAS QUE MANDAVA DESCER FOGO DO CÉU E DESTRUIR PESSOAS, OU ELIZEU, QUE MANDOU SAIR ANIMAIS FEROZES DO MATO E DESTRUIR 42 CRIANÇAS, COMO DIZ A BÍBLIA ,,, EU DUVIDO QUE ELIZEU NÃO VAI RESPONDER POR USAR O PODER DE DEUS PARA MATAR 42 CRIANÇAS, EU DUVIDO QUE MALAFAIA NÃO VAI RESPONDER DIANTE DE DEUS PELAS LOUCURAS QUE PREGA, ICENTIVANDO O POVO A SAIR DO (MARANATA E SE ENVEREDAR PELO CAMINHO DA PROSPERIDADE) TROUXE OS PROFETAS DA PROSPERIDADE PARA PEDIR 900 REAIS DIZENDO QUE DEUS MANDOU FAZER ISSO,,, MENTIIIIIIIIIIRA,,,,,, DEUS NUNCA MANDOU TIRAR DINHEIRO DO SEU POVO DESTA FORMA,,,,, EXODO 25, 1-2 É O MESMO QUE 11 COR, 9.6-7 DEZ POR CENTO NUNCA FOI COBRADO POR DEUS, O MAIOR IMPOSTO COBRADO NO VELHO TESTAMENTO FOI 2 POR CENTO, O MENOR FOI DE MEIO POR CENTO,,, BASTA LER A BÍBLIA QUE SE DESCOBRE CLARAMENTE ISSO,,, A ELE, UMA PROFECIA, ISAIAS, 56.11 E CONFIRME ESSA PROCECIA EM APOC, 22-15 ESSES CÃES NÃO ENTRARÃO NA CIDADE DE DEUS,, AMEM

  46. BEM IRMÃOS, NÃO VOS ASSUSTEIS COM OS TAIS, POIS ELES ESTÃO INSERIDOS NA PALAVRA, no meio de vos entrarão lobos ferozes para devorar o rebanho, NÃO HEXISTE DEVORAR MAIOR DO QUE TOMAR O DINHEIRO DO POVO, ELES CHAMAM DE LADRÕES QUEM NÃO DÁ DEZ POR CENTO,,, ISSO É MENTIRA NÁO HEXISTE ESSA COBRANÇA NA BÍBLIA, ELES QUEREM SE PROMOVER, USANDO A PALAVRA DE DEUS, VEJA, BEM,, SE ELES SÃO GRANDES PROFETAS COMO DIZEM, VÃO PREGAR NOS PAISES QUE MATAM OS QUE PREGAM, PREGAR PRA PESSOAS IGNORANTES, EM UM PAÍS QUE AS AUTORIDADES NÃO COBRAM DOS PREGADORES MENTIROSOS , É MOLE, PEDE A SILAS MALAFAIA PRA IR PREGAR NO AFEGANISTÃO, NA ÍNDIA, NA CHINA, NO TIBETE, E É BOM SABER QUE HEXISTEM LÁ MILHARES DE BATISTAS, PREGANDO A PALAVRA, BOM LEMBRAR QUE EU NÃO SOU BATISTA, QUANTO AO IMPÉRIO QUE ELES CRIAM, É FÁCIL, ONDE HÁ O DINHEIRO QUE COMPRA MANIPULA, E CORROMPE, SE FAZ QUALQUER OBRA , ATÉ A OBRA DE DEUS, MAS DEUS RECEBE ESSA OBRA, COMO RECEBEU A OBRA DA IGREJA CATÓLICA QUE MATOU, PELA ESPADA, FORCA TORTURA, E NA FOGUEIRA, EM NOME DE JESUS, ELA DIVULGOU O NOME DE JESUS, ELE SE TORNOU CONHECIDO, E O POVO PODE ACEITAR COM MAIS FACILIDADE POIS O NOME DE JESUS, JÁ TINHA SIDO ANUNCIADO PELA FORÇA E OPRESSÃO,, MAS COM CERTEZA RECEBERÃO O NÃO VOS CONHEÇO DE JESUS,, FAÇAM A OBRA DESTA MANEIRA E DEPOIS VÃO FELIZES CHEIO DE DINHEIRO PARA O INFERNO,,, BOA VIAGEM PARA O LUGAR DE TORMENTO, AMEM,

  47. Sulamita Reis
    04/02/2011

    Não sou de ficar defendendo este ou aquele pregador, e nem estou agora defendendo o Silas ele algumas vezes diz algumas coisas que discordo, mas também prega de acordo com a bíblia algumas mensagens muito edificantes, creio que deveríamos fazer o mesmo pregar a palavra ao invés de ficar analisando o que é dito por alguns pastores por aí, a Deus cabe o julgamento… porém o ser humano tem este grave defeito de vigiar o que o outro faz e deixa de fazer o que lhe cabe: Ide por todo mundo e pregar o evangélho

  48. Antonio Carlos Gaspar
    26/02/2011

    Sabe, pregar o Evangelho de Deus é uma dádiva muito bonita, e não importa se é de carro, cavalo avião ou a pé; mais é o prazer de levar as boas novas do Senhor Jesús para os lares carentes que precisão de Deus realmente no coração. Palavras tem poder, e no silêncio vale por mil palavras, então como fica tudo isso? Eu lhes digo: Fica nos poderios do todo poderoso DEUS JEOVÁ. O Senhor Jesús ama vc, ele ti ama, e ama muito, ama os drogados, os viciados em bebidas alcoolicas, da jogatinas em fim DEUS ama a todos. Que DEUS vos abençõe. Amém

  49. CLAUDEMIR RIBEIRO
    20/03/2011

    sò Deus para nos dar discernimento ,e nos livrar dessa maldita teologia da prosperidade que nos afasta da simplicidade do evangelho e nos torna pessoas arrogantes ,orgulhosas e presas ao amor ao dinheiro que è a raiz de toda espècie de males . que Deus nos ajude a contentarmos com o que temos e com as coisas humildes , mas que sejamos cheios da graça e do poder de Deus ,para servirmos ao nosso Deus e uns aos outros .

    • CLAUDEMIR RIBEIRO
      20/03/2011

      è verdade

  50. ANTONIO TADEU
    24/05/2011

    DIFERENÇA ENTRE PASTOR E LOBO
    Pastores buscam o bem das ovelhas; lobos buscam os bens das ovelhas.
    Pastores vivem à luz da cruz; lobos vivem debaixo dos holofotes.
    Pastores têm fraquezas; lobos são poderosos.
    Pastores são ensináveis; lobos são donos da verdade.
    Pastores têm amigos; lobo tem admiradores.
    Pastores vivem de salários; lobos enriquecem.
    Pastores vivem para suas ovelhas; lobos se abastecem das suas ovelhas.
    Pastores apontam para CRISTO; lobos apontam para si mesmo e para igrejas deles.
    Pastores são humanos, são reais; lobos são personagens religiosos caricatos.
    Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas; lobos perpetuam a infantilização das ovelhas.
    Pastores são simples e comuns; lobos são vaidosos e especiais.
    Pastores quando contrariados silenciam, aquietam; lobos rosnam e tornam-se agressivos.
    Pastores se deixam conhecer; lobos se distanciam e ninguém chega perto.
    Pastores alimentam as ovelhas; lobos se alimentam das ovelhas.
    Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
    Pastores vivem uma fé encarnada; lobos vivem uma fé espiritualizada.
    Pastores se comprometem com o projeto do REINO; lobos têm projetos e reservas pessoais.
    Pastores são transparentes; lobos têm agendas secretas.
    Pastores dirigem igrejas-comunidades; lobos dirigem igrejas-empresas lucrativas.
    Pastores pastoreiam as ovelhas, lobos seduzem as ovelhas.
    Pastores buscam a discrição, lobos se auto-promovem
    Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas; lobos se interessam pelo crescimento das ofertas.
    Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a CRISTO; lobos geram ovelhas dependentes e seguidoras deles.
    Pastores criam vínculo de amizade; lobos aprisionam em vínculo de dependência.

    http://www.santovivo.net

  51. ANTONIO TADEU
    24/05/2011

    Jesus em uma de suas palavras disse à um jovem rico que se ele quisesse ser perfeito, que vendesse tudo o tinha e desse o dinheiro da venda para para os pobres…observem bando dizimistas retardados, Jesus mandou dar tudo para os pobres, ELE não disse assim: “VENDE TUDO QUE TU TENS, SEPARA MEU DIZIMO E MINHAS E OFERTAS E O RESTO, DAR PARA OS POBRES.” Pereceberam a diferença?

  52. edvaldo viana
    26/09/2011

    Vamos resumir um pouco as coisas, é tudo muito simples, leiam no Apocalipse, que nos informa :: desceu um terço dos demônios à terra, e esses pastores incluindo o Silas Malafaia são discipulos desse demônios com toda certeza. O povo realmente está cego, dando dinheiro e enriquecendo esses pastores de televisão. E que ainda só prega mentiras, e doutrinas do Catolicismo. Interessante esses milagreiros, não ressussitam mortos!!

  53. marcelo fm
    04/10/2011

    Yeshua (Jesus) não pagava não era agropecuario.estava insento pela torah (Lei)
    Dízimo significa ALIMENTOS !
    Comerais os DÍZIMOS… !
    Deuteronômio 12:17-18 ; 14:22-23

    . O Dízimo é para ser doado aos pobres , para os orfãos, para as viúvas e para os Levitas. Deuteronômio 26:12-14

    . Malaquias 3:10 > “…Trazei todos os dízimos a casa do tesouro para que haja mantimentona minha casa…!

    obs. O que é mantimento ?

    Mantimento é alimentos.
    Habacuque 3:17 ; Neemias 10:37-39
    DÍZIMO É SINÔNIMO DE CARIDADE
    I CORINTIOS 13

    . DÊ O DÍZIMO AOS POBRES E NÃO AOS PASTORES.

  54. Justiça Divina
    04/01/2012

    Filipenses 1:15-18:
    “Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade; Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões. Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho.
    MAS QUE IMPORTA? CONTANTO QUE CRISTO SEJA ANUNCIADO de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda”.
    RASGAMOS OU VIVEMOS A BÍBLIA???

  55. RENATO
    19/09/2012

    O que eu acho é que algumas pessoas ainda vivem na ” era da escuridão”. Naquela época era proibido adquirir conhecimento.
    Hoje as pessoas estão cegas porque assim decidiram ficar. É tudo muito cômodo, ou seja, é melhor acreditar que pagando certas indulgências ” DEUS SAVARÁ DE TODOS OS PECADOS”, curará todos os seus males, livrará de todas as mazelas.
    Enquanto as pessoas optam por ficar cegas, os mais espertos viajam em jatos particulares e levam o dinheiro arrecadado para os paraisos fiscais. É ébvio que cada um opta por viver como quiser, ou seja, se prefere continuar cego.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 285 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: