Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Murdock e Malafaia vendendo novamente bênçãos a R$ 1.000,00


Conforme anunciado por semanas, Malafaia colocou no ar a pregação do “Dr.” Mike Murdock. Como sempre, mais do mesmo:

- uma pregação que enfatiza a auto-ajuda gospel;
– ameaças a quem vai contra a “autoridade”, no caso o Malafaia;
– promessas de 3 bênçãos (desta vez uma “visitação extraordinária do Espírito Santo nas próximas horas”, “cura de todas as doenças” e “dinheiro, dinheiro e mais dinheiro”) para quem tiver fé suficiente para ofertar R$ 1.000,00 para o Malafaia;
– uma bênção especial (dobrar o seu negócio) para os empresários de maior poder de fogo financeiro e que podem, por isso, ofertar R$ 12.000,00;
– possibilidade de parcelar a oferta;
– ameaças de “rebeldia” a quem não ofertar imediatamente;
– possibilidade do ofertante ganhar um livro inteiramente “grátis”.

O Murdock, tentando “espiritualizar” o negócio gospel fez algumas orações, inclusive repreendendo as doenças. Porém, o cerne da sua pregação foi o livro “O Desígnio”, usado como base de toda a sua pregação, e qualificado, pelo próprio pregador, como “poderoso”, “não há nada igual no mundo”, “inacreditável enciclopédia” (nem o tradutor teve coragem de traduzir literalmente, então traduziu só como enciclopédia), “não é possível viver sem ela (a ‘enciclopédia’)”, quem a tiver “nunca mais terá noites sem sono” e não deverá nunca mais ficar longe do tal livro, que deve ser ensinado aos filhos, à família e aos amigos, pois tem grandes poderes para mudar a vida de quem o lê e o segue.

Enfim, a dupla mercenareja Murdock e Malafaia descobriu um livro melhor do que a Bíblia, que durante toda a pregação ficou relegada à mesa de centro.

O mais triste de tudo é que tal pregação foi feita no programa de um pastor que se gaba de ter mais de 30 anos de ministério, e que possui uma editora que vende várias versões da Bíblia. Será que ele nunca leu e entendeu pelo menos uma das versões que ele mesmo vende?

Humanamente falando, parece muita burrice gospel. Mas não é tão simples assim.

“Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.” – 2 Timóteo 4:1-5

Ninguém mais quer ouvir a Sã Doutrina, nem mesmo o Malafaia. Se ele a ouvisse, teria que abrir mão das suas riquezas e reparti-las entre os pobres. Não precisaria ficar pobre, mas não ficaria tão milionário como hoje. Mas quem, depois que sentiu o gostinho do dinheiro, deseja se desfazer (mesmo que de uma parte) para fazer a vontade de Deus?

Veja, no link “Série Desafio do Malafaia“, o relato das pregações de Murdock e Morris Cerullo desde 2009, quando começaram a ser convidados pelo Silas Malafaia. A fórmula é sempre igual: 3 bênçãos especiais para quem dá a grande oferta pedida. Das 3 bênçãos, 2 costumam ser diferentes em cada pregação, mas uma é sempre a mesma: promessa de grandes ganhos financeiros. Por favor, confira você mesmo e me diga: em qual passagem bíblica Jesus nos chama a ser ricos?

O contrário, porém, é fácil de achar. Vemos Jesus dizendo ao pobre rico para dar tudo aos pobres e segui-Lo; vemos Zaqueu, arrependido de seus feitos, dizendo a Jesus que daria metade de seus bens aos pobres e restituiria quatro vezes mais a quem roubou; vemos Jesus sendo descrito como Aquele que, de tão “rico” que era, não tinha nem uma pedra onde recostar a cabeça, fora que nasceu numa manjedoura de animais (não deveria, como exemplo da “riqueza” de Deus, ter nascido num palácio?); no monte, Jesus fez seu mais famoso sermão, onde chama de bem-aventurados, de felizes, os pobres, os aflitos, os injustiçados. Nesse sermão, onde Jesus chama de bem-aventurados os que buscam as riquezas materiais?

Essas coisas e muitas outras mais estão nas Bíblias que são editadas pela empresa do Silas Malafaia, mas como previsto pelo apóstolo (de verdade) Paulo, “virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas”.

Esse tempo previsto pelo Apóstolo Paulo chegou. Por isso, segundo suas próprias instruções: “Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.”

E mais: “sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.”

Exortar figuras que se acham tão ricas e importantes, como é o caso do Malafaia, traz muitas aflições para o verdadeiro cristão. Mas esse ministério precisa ser cumprido, custe o que custar, pois Jesus está às portas.

Abaixo o vídeo com trechos da pregação. É de fazer chorar aqueles que verdadeiramente seguem a Cristo.

Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!

About these ads

14 comentários em “Murdock e Malafaia vendendo novamente bênçãos a R$ 1.000,00

  1. Antonio
    06/01/2013

    CHARLATANISMO! ISSO É CASO DE POLÍCIA, É LIXO VENDIDO COMO EVANGELHO.

  2. tiago
    07/01/2013

    Esse MALAFALSA, CIRROLLA & MERDOCK realmente são homens MARAVILHOSOS!!!

    QUE TUDO!!

  3. Adriano
    08/01/2013

    Cara irmã em Cristo,

    Gostaria muito de poder dizer que infelizmente vicê esta errada e/ ou interpretou alguma coisa errada. Infelizmente não esse o caso, o Pr Malafaia perdeu a noção da realidade e objetivo do evangelho.
    Admito que estou escolhendo com cuidado as minhas palavras, para não incorrer no mesmo erro que já cometi algumas vezes, que foi de julga-lo. Vamos apenas orar por ele.
    Parabéns por sua opinião, sua argumentação e seu raciocínio foram sábios.
    Que a paz do Senhor esteja sempre sobre sua vida.

    • ideraldo luis
      08/01/2013

      Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça. (Jo 7:24)
      Amado irmão contra a pessoa do malafaia não temos nada mas sim, a sua prática de enganar o povo vendendo o evangelho. Repito ! Ele é réu do fogo do inferno, mostrando atitudes de uma pessoa que nunca foi convertida por Deus, de nunca ter nascido DO ALTO PARA O ALTO . Pior ainda é trazer esses dois pilantras o Murdock e o Cerullo.

  4. Ana (@annebartok)
    09/01/2013

    Em meio a tanta mentira e engano, encontrar esse blog foi um conforto para meu coração. O mundo gospel é muito mau, mas só percebe isso quem ama a Jesus. O que mais vejo é falarem mentiras e usarem o nome dele. Para mim o que essas pessoas fazem é semelhante ao que fez judas, elas ganham dinheiro em troca de matar o evangelho. Depois se reunem em um show e pedem a morte da Palavra e por fim repartem as vestes da Palavra para debocharem (uso inadequado de versículos bíblicos), pois Jesus não os impediu de arrancarem sua roupa. A tristeza que nos sentimos é semelhante a dos que amavam Jesus e o viram ser morto, já que Jesus é a Palavra de Deus, e a esperança de sua vinda para nos buscar é a mesma daqueles que esperavam sua ressurreição. Imaginem como foram longos aqueles 3 dias?

  5. Carlos André Ferreira Leal
    09/01/2013

    Realmente é algo muito depreciativo, como um homem desses tem coragem de falar isso em rede nacional, sem um pingo de vergonha na cara, e vale lembrar que haviam duas biblias em cima da mesa e outra o dr usou para apoiar o braço que estava no sofá, e nem sequer fez menção de pega – la.

  6. A.cardoso
    10/01/2013

    O negócio tá ficando ruim em muitos lugares.Inclusive naqueles que já foram exemplo de imparcialidade.Fui excluído do “[...]“(site) só porque me opus as opiniões de alguns que escrevem no site.Ou seja fizeram o mesmo que os que eles condenam!eu sou arminiano,mas evito entrar em polêmica(não leva a nada)contudo,por afirmar a necessidade de oração nas igrejas como parte do culto,me convidaram ao silêncio,de modo unilateral.e pasmem,confrontei site,mas eles se omitiram,afinal ninguém pôde ler os meus comentários,mas palavrões e insultos não sofrem censura no tal site.Não é uma beleza??

  7. edson
    12/01/2013

    Moça, você escreve muito bem, é lúcida e parece que também já bebeu água estragada…kkkk, que bom que (se) você conseguiu sair ilesa do evangelho colorido, lucrativo, cheio de mandingas e “contextualizado” que grassa no brasil. Agora não vou mais “seguir” nenhuma igreja, vou seguir você, o Danilo e outros tortos por ai. Brincadeiras à parte, parabéns pelo blog, continue assim.

  8. clau
    10/03/2013

    Quem nunca errou que atire a primeira pedra, nao julgue para que nao sejais julgados. Tomem cuidado no que voces estao falando, se voces estiverem errados algo muito ruim vai acontecer a voces por julgarem homens . Deus

  9. joirço de campos ferreira
    11/03/2013

    “3 Se alguém ensina outra doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade,
    4 é enfatuado, nada entende, mas tem mania por questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas,
    5 altercações sem fim, por homens cuja mente é pervertida …

  10. heraclito pontes
    01/02/2014

    Essa oferta nao é para o pr silas e para o ministerio que ele é presidente, e outra coisa ele tem prestações de conta com a igreja, aprenda a ajudar e nao criticar

    • Estrangeira
      02/02/2014

      Uma coisa é pedir ofertas. Isso é totalmente válido. Outra coisa bem diferente é deturpar a Palavra e inventar bênçãos para quem der certa quantia em dinheiro. Isso é estelionato gospel e apostasia.

  11. andre
    16/04/2014

    Um absurdo ! Sem comentários. E como ainda existe gente que vai atrás de um camarada deste ?

  12. sILVANA
    08/06/2014

    Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas? 1 Coríntios 6:2
    Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. Mateus 7:2.
    -> PELO QUE ENTENDI, TODOS POR AQUI SÃO SANTOS, NÃO PECAM, OU SERÁ QUE SÃO DEUS? PARA JULGAR E APEDREJAR ESSES PASTORES? MEU POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO, OREM POR ELES E NÃO OS ACUSEM!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 284 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: