Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Onde fica o PROCON dos crentes?


Anteontem, enquanto ia para o trabalho, ouvi um senhor comentar bem alto após ler um daqueles folhetos colados em postes de iluminação com a promessa de fazer e desfazer qualquer tipo de “trabalho”: “Isso tudo é enrolação! Um amigo meu deu R$ 100,00 para um pai de santo para fazer a esposa voltar para ele e até agora nada, o idiota perdeu foi os R$ 100,00!” Confesso que, por dentro, também achei o cara citado um completo idiota, mas há pouco me achei um pouco idiota também, após ver uma propaganda no programa matinal da Assembléia de Deus do Bom Retiro. Assista a propaganda:

E mais: se você não participou da edição do ano passado do evento, você pode comprar o avivamento e recebê-lo em sua casa!

A primeira pergunta que me passou pela cabeça: se esse é o nono congresso de avivamento da denominação, onde está esse avivamento que está sendo prometido a quem se inscreve há pelo menos 8 anos? O que São Paulo mudou nesse tempo? O que o Bom Retiro mudou nesse tempo? O que a igreja mudou nesse tempo? Ora, porque espera-se de um avivamento genuíno pelo menos uma mudança significativa no caráter individual e coletivo. Porém, tudo está como antes, ou até pior, se formos pensar bem.

A questão da venda do “avivamento” é tão explícita, que a inscrição no congresso é mais um “produto” do ADBRShop.

A propósito, o que as pessoas que comprarão o “produto” Avivamento Total receberão, de verdade? Avivamento, ou apenas uma maratona de pregações? E se for a segunda opção, não seria mais barato apenas e simplesmente visitar boas igrejas, onde com certeza a pregação seria de melhor qualidade da proporcionada no tal congresso, levando-se em conta as “estrelas” convidadas, e ainda por cima tudo sairia de graça? (pois não se engane: além dos R$ 50,00 da inscrição, em todas as noites do tal congresso serão levantadas ofertas da forma mais absurda possível, apelando para a fé e o amor dos fiéis a Cristo, e atrelando-as à obtenção de bênçãos especiais)

Ah, mas haverá o sorteio de um carro zero quilômetro!!! Aí a coisa muda de figura, né?

E por falar em estrelas, qual é o foco da propaganda do tal congresso? A mensagem de Cristo? Não! As “estrelas” do evento! Note que em nenhum momento fala-se em Jesus, em Deus, no Evangelho. Não fosse o nome da igreja que está realizando o evento, este poderia facilmente passar como um congresso de auto-ajuda. Jesus há muito deixou de ser o principal nas denominações: não se busca mais a Ele, mas aos seus “ungidos”, cada qual na sua especialidade – milagreiros, prosperadores, especialistas em assuntos de família, de cura, de abertura de portas, de libertação ou em profetadas. Assim, colocar o nome de Jesus na propaganda do evento não seria um bom negócio, pois o povão quer mesmo é ver os mesmos “ungidos” de sempre, passar algumas horas em êxtase emocional e voltar para casa com a alma lavada e o espírito de sempre, pronto para a volta do velho homem no final de tudo, afinal avivamento mesmo, esse está muito longe de acontecer e não é vendido por nenhum preço.

Esse é apenas um exemplo. Infelizmente, a grande maioria das denominações têm usado do mesmo artifício para inflamar seus eventos e aumentar seu caixa, seja na forma de congresso, noites de poder, vigílias do sobrenatural, cursos abençoadores. Cria-se a expectativa falsa de avivamento, as pessoas vão em um, vão no segundo, no terceiro, no quarto evento e, vendo que de verdade nada acontece, sua fé passa a esmorecer. Alguns até se desviam de Cristo, pois nesses eventos não se apresenta o verdadeiro Jesus, mas apenas promessas de vitória e poder, em nada diferentes às do pai de santo que vende seus “trabalhos” nos postes das ruas. No fundo, no fundo, vivemos um evangelho de macumbaria gospel, onde promete-se o sobrenatural a quem pode pagar (ou melhor, “tem fé suficiente”).

Onde fica o PROCON dos crentes, para a denúncia das denominações que não entregam os produtos que vendem a esse povo que não tem conhecimento da Palavra?

6 comentários em “Onde fica o PROCON dos crentes?

  1. Elaine
    17/01/2010

    Seu blog é maravilhoso!

    Excelentes argumentos…

    Vi o clip AS DUAS MARCHAS e achei muito corajosa a atitude de vocês. A visão tem que ser mesmo essa, se realmente queremos viver o Evangelho puro e simples que o Senhor Jesus nos deixou.

    Que Ele mesmo continue ajudando a todos nós nessa batalha por uma Igreja santa e imaculada, que se importa em cumprir o IDE e elevar o Rei.

    A Paz do Senhor.

    Curtir

  2. ricardo
    19/01/2010

    sabe, a um bom tempo, (uns 5anos)eu realmente desisti de argumentar com “crente” por essa razao, esse mercado inescrupuloso, sobre esse avivamento em parcelas minimas no cartao de credito entao sem comentarios, [No fundo, no fundo, vivemos um evangelho de macumbaria gospel] infelizmente nem é tao fundo, tudo é só $$$$$$$, eu realmente me sinto muito infeliz (apesar de rir com seu texto e achar exelente) por que igreja eu nao vejo mais nenhuma, mas templos comerciais em nome da “crença”, parabens pelo blog.

    Curtir

  3. ricardo
    19/01/2010

    obs, sou Cristao, batizado na IG batista de vila gerte, kkkk

    Curtir

  4. Júlio César
    20/01/2010

    Oi Vera, é o Júlio tudo bem?
    Realmente se houvesse um procon dos crentes a fila estaria dando a volta no mundo pela 12a Vez pra ser bem apostólica. Coloquei meu Blog no ar e gostaria de saber se tambem posso postar alguns textos seus?
    Abraço para os três. E a Mayara disse que a aula de fraudas está de pé.
    Beijos

    Curtir

  5. Alberto
    27/01/2010

    Como sempre, artigo perfeito!

    Concordo também c/ o post do Ricardo… está difícil encontrar um templo onde a Igreja de Cristo se reuna.

    Templos que praticam o “paganismo evangélico” (tentativa de se manipular a Deus com dinheiro em troca de favores como no paganismo pré-cristão), no entanto, é o que mais tem por aí…

    Só citando 2a.Pedro 2:1-3

    “Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme.”

    Curtir

  6. Jose Alan
    13/02/2010

    Não suporto esses mercenários da fé. Parabéns pela iniciativa.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: