Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Caio Fabio comenta sobre a reportagem “Os novos evangélicos” da Revista Época


Numa exposição corajosa, como lhe é típico, o Pr. Caio Fabio comentou a matéria “Os novos evangélicos”, veiculada na Revista Época da semana passada e que pode ser lida na íntegra clicando aqui.

Corajosa, pois é a fala de alguém que não tem “rabo preso” com nenhuma instituição religiosa. É bom lembrar que os profetas do Antigo Testamento eram odiados pelos sacerdotes e pelo povo, pois falavam aquilo que ninguém queria ouvir. Ao invés de proferirem bênçãos e unções especiais, eles exortavam e advertiam o povo sobre sua má-conduta em relação a Deus. E isso nem naquela época, nem hoje, ninguém quer ouvir. E como não podemos serrar, matar ou exilar os profetas como antigamente, os condenamos ao linchamento moral.

Gostem ou não do Pr. Caio Fabio, é preciso atentar para suas palavras. Devemos ouvir tudo e reter o bem, de acordo com as Escrituras Sagradas. Mas que tem que ter coragem para dizer o que ele disse, isso tem que ter mesmo!

Nota1: esse vídeo foi enviado pelo Vitor Cid, do blog Cidoido.
Nota2: "bundão" não é palavrão. É um ser humano com a região glútea avantajada, ou que não tem coragem para dar a cara para bater.

30 comentários em “Caio Fabio comenta sobre a reportagem “Os novos evangélicos” da Revista Época

  1. nei
    15/08/2010

    O Caio tem suas razões, obvio, mas ele não é o ultimo biscoito do pacote apesar dele e seus discipulos acharem isso.

    Não ter o rabo preso com ninguem é bom, eu diria indispensavel, mas humildade tambem.( humildade não é sinonimo de covardia)

    Para o Caio, todos são “bundões’, parece que só sobrou ele… MAs na pratica o que difere a valentia dele se compararmos com os covardes citados…

    Nei

    Curtir

  2. Estrangeira
    15/08/2010

    Nei, concordo que ele não é o último biscoito do pacote, e não concordo com tudo o que ele faz. Por exemplo, a forma como ele denunciou o passado do Malafaia e dos Hernandes (pareceu orgulho ferido, a meu ver). Sobre o vídeo, seria legal ele ter citado os nomes, pois entre os que saíram na matéria havia pensadores da teologia liberal, que é tão nociva quanto a teologia da prosperidade. Mas penso que o comentário dele foi mais sobre cada um da reportagem ficar preso em seu próprio “gueto”, quando deveriam dar a cara para bater por um Evangelho puro e simples.

    Fique na Paz!

    Curtir

  3. WBorges
    15/08/2010

    Paz seja com todos!
    Nei, Estrangeira, li vcs e concordei com os dois. Continuo lendo e ouvindo Caio, gosto de como ele pensa e de sua coragem em expor suas idéias e opiniões, embora não concorde com tudo que faça. Mas e daí? É assim mesmo.
    Mas, assim como Estrangeira, gostaria de que Caio citasse os nomes dos “bundões”, porque ficou parecendo que ele acha que todos são. Não acho Kivitz, Carpenter, e outros, “bundões”. Eles estão de há muito falando sobre a situação do atual cristianismo, cada em seu lugar ou “gueto” como queiram…Caio também fala no seu lugar ou “gueto”, muito na dele. Qual a superioridade do Caio em relação aos outros? Fica parecendo vaidade própria e orgulho ferido sim.

    Curtir

    • Estrangeira
      17/08/2010

      WBorges, eu acho que o Caio tb se acha um bundão… Afinal, qdo achamos que estamos fazendo alguma coisa pelo Evangelho, aí é que só chegamos a ser servos inúteis…

      Fique na Paz!

      Curtir

  4. Beto Ramos
    15/08/2010

    Por que o Caio não critica a Catedral Presbiteriana do seu caro amigo Guilhermino Cunha, a quem eu mesmo respeito pois nada tenho contra?

    Acontece que ele tem seu convênio médico pago por eles, e mais: o Caio é tão correto e corajoso, quem nunca comenta que ligou pra fulano e ciclano, ele fica usando essa mídia impessoal (a internet) pra dar recadinhos aos outros…

    Gosto do Caio, mas infelizmente, vejo que ele está implantando uma ditadura intelecto-espiritual.

    Infelizmente é isso…

    Curtir

    • Estrangeira
      17/08/2010

      Beto, muito interessantes as informações que vc trouxe no comentário! Eu não sabia disso, achava que o Caio não devia nada a ninguém, que era totalmente livre para falar qualquer coisa…

      Fique na Paz!

      Curtir

  5. René
    16/08/2010

    Amada Vera,

    Percebo que o Caio cometeu um erro de interpretação: a matéria em foco fala dos “anônimos” e alguns outros mais conhecidos (tipo o Ed René), como sendo os “novos evangélicos”. Os outros, principalmente os neo-pentecostais, é que são tratados, na matéria, como sendo o modelo a ser substituído. Assim sendo, entendo que as críticas do Caio foram para os mesmos “evangélicos” que nós criticamos.

    Quanto aos comentários sobre o próprio Caio, feitos aqui, entendo que foram usados os mesmos critérios que o Caio usou, ou seja, uma opinião baseada no ponto de vista individual de cada um. É assim que expressamos nossas opiniões. Assim como o Caio “condenou” pessoas citadas na matéria, ele próprio foi “condenado” pelos comentaristas daqui. Tudo feito pela ótica de cada um. Não falo isto para defender o Caio (ele já é bem grandinho). Digo isto, para que a gente faça o que você recomendou na sua postagem: reter o que é bom. E, acrescento, nos apartarmos de toda forma de mal, que, neste caso, é criticarmos o Caio, por ele ter emitido uma opinião pessoal, da mesma forma que nós mesmos formamos uma opinião, quando lemos a matéria.

    Concordo totalmente com a opinião do Caio sobre os evangelicalistas conhecidos, citados na matéria, apesar de eles não serem o foco do título.

    Que a Paz do Senhor Jesus continue com você, sua família e seus leitores.

    Curtir

    • Estrangeira
      17/08/2010

      René, obrigada por opinar sobre esse assunto, que sabemos, é espinhoso…

      Fique na Paz!

      Curtir

  6. Nani
    16/08/2010

    Vera, desculpe, mas o meu computador estava com outro login. Por favor, pode deletar o comentário anterior e publicar somente este, que traz a íntegra do que eu disse.

    Vera,
    Não gostei deste tom de crítica do Caio Fábio e acabei de escrever isso em meu blog.
    Não é o fato da crítica em si – e eu nunca poderia ir contra alguém que está dando sua opinião, como foi dito aqui por René. Afinal, todos nós, blogueiros, divulgamos as nossas opiniões.
    O que me incomodou foi a profundidade e o vocabulário. Podem me chamar de antiquada, mas criticar alguém de “bundão” não me parece uma crítica digna de nota. Isso é querer gerar polêmica pela polêmica…
    Acho que o Caio Fábio poderia ter exposto sua crítica com muito mais argumentos e sem precisar usar subterfúgios para chamar a atenção.

    Grande beijo!

    Curtir

    • Estrangeira
      17/08/2010

      Oi, Nani!

      Entendo e respeito sua posição, e se formos pensar bem o Caio Fabio respondeu até de forma infantil, ao usar as palavras que usou. Mas eu penso que a crítica dele se deve a muitos que falam bonito, falam bonito, falam, falam, falam, mas nada ou pouco fazem efetivamente pelo Evangelho, e enquanto isso as heresias só fazem crescer em nosso meio, e aí entra desde a teologia da prosperidade dos neopentecostais até a teologia liberal e influências da maçonaria dos históricos. E penso que o próprio Caio se enquadra nos “bundões”, e ele sabe disso. Assim como não tem bundona maior do que eu, que estou aqui escrevendo para poucas pessoas que podem acessar a internet, quando deveria estar afixando uma proclamação ao Evangelho puro e simples na porta de cada catedral gospel.

      Beijos, fica na Paz!

      Curtir

  7. fabinhosilva11
    16/08/2010

    Fabio Luiz

    Querida irmã, descobri seu blog neste fim de semana, com certeza por obra divina, pois compartilho de muitas de suas opniões, e venho lutando contra esse evangelho da eresia que vem sendo pregado inclusive dentro de igreja em que congrego, e venho sendo acusado de estar sendo usado pelo diabo e outras cositas mais, mais minha conversão foi verdadeira, vou lutar até o ultimo fio de vida pelo evangelho da verdade ou puro e simples, gostaria de me comunicar com vcs, e participar com vcs dos protestos e manifestos, moro em Volta Redonda – RJ. e gostaria de formar aqui também um grupo de pregação e aplicação do evangelho puro e simples, fico aguardando o seu contato.

    Que a grça do Senhor Jesus esteja com vocês e sua familha, que esteja também com todos que buscam e praticam o verdadeiro envangelho de Cristo

    Curtir

    • Estrangeira
      17/08/2010

      Fabio Luiz, em setembro estaremos protestando na Expocristã, em São Paulo. Se vc puder vir, junte-se a nós!!! De qq forma, meu email é verinhabrito@yahoo.com.br. Qdo tiver algum evento gospel por aí, mobilize o pessoal e leve a mensagem do Evangelho puro e simples, isso não é nosso, é de todos!!!

      Fique na Paz!

      Curtir

  8. Oi maninha, muito prazer em conhecer você e seu espaço abençoado, graça, paz e bem.
    Olha, creio que a reação do Caio a matéria da Época deve-se ao fato de que antigamente todos os que agitavam para que ele tomasse providências contra a IURD se mandaram na hora do vamos ver. Isto quando ele ainda era o presidente da AEVB.
    Todos o deixaram sozinho, para que se queimasse sozinho, cobravam dele uma postura Evangélica, ou seja, de acordo com o Evangelho, mas quando ele se posicionou CONTRA tudo isso que temos aí hoje, o abandonaram e tornaram-se galinhas e não machos.
    Daí sua crítica os chamando de bundões, pois agiram como bundões antes e agirão como bundão sempre que não for conveniente para o bolso deles.
    Quanto ao palavreado do Caio, ele mesmo já disse que seu vocabulário é vasto e que usa propositalmente esses adjetivos para ver se ao menos assim os “evangélicos” ouvem.
    Quanto a informação sobre o rabo preso com a Catedral Presbiteriana, a informação é impossível, exceto se ele continuasse a pastorear aquela igreja e a fazer parte do presbitério do Rio de Janeiro, como ele não é pastor da catedral não seria a Catedral quem pagaria algo a ele, mas o presbitério. A Igreja Presbiteriana tem sua constituição e nela as coisas não funcionam como o irmão caluniador citou acima.
    O vínculo do Caio com o Guilhermino é de amizade e não de negócios, se o Guilhermino começar a fazer palhaçadas ele o denunciará também, com certeza.

    Curtir

  9. Sérgio
    19/08/2010

    Quando comentei sobre a matéria com colegas da faculdade de teologia, pude perceber justamente o contrário do que Caio Fábio afirma. Poder ser até interessante romper com o que chamamos de instituição evangélica brasileira, mas na verdade, bundão é quem não se compromete com pessoas e fica em seu mundinho esperando holofotes em reação às suas palavras que caem no vácuo, por “não querer” muitas pessoas ao seu redor.
    Dar a cara a bater é pagar o preço de viver uma nova espiritualidade mesmo dentro de uma comunidade para assim tentar mudar a realidade ao seu redor.
    O Caio, o Brabo, e outros que não estão nas “instituições” não querem é pagar o preço de influenciar uma comunidade, de discipular relacionalmente (se é que isso não é redundante), preferindo jogar palavras na web, como bilhetes ao vento.
    Eu chamo isto de comodismo.

    Curtir

  10. diego marcell
    19/08/2010

    até em nossas revoluções muitas vezes nos acomodamos,
    torna-se facil produzir esquemas sentados em nossas salas,
    vejo a critica do Caio nisso,
    todo homem esta sujeito a acomodar-se em sua estrutura,
    porém as ideias devem ser respeitadas quando existe nelas coerencia evangélica, algo que nao acontece com o alvo de nossas principais críticas – a teologia da prosperidade.
    porém sinto na mensagem do Caio, a necessidade do desprendimento ideológico dos homens, que é o que ainda carregam os grupos a algum lugar, e os segmentam.
    há ainda a necessidade da queda dos muros que nos separam, mesmo que ainda haja discordância teológica em algumas areas sistematicas, mas que nao infiltrem nos homens o sentimento ruim, pois desta forma nao estamos vivendo o evangelho, mas apenas novas ou antigas e repaginadas religiões que nada tem a ver com a verdadeira Religião que está em Cristo.
    nisso eu creio.

    Deus abençoe

    Curtir

  11. Thiago
    19/08/2010

    Bom dia,

    Gostaria de informá-los que o Caio vai à Catedral Presbiteriana e lá prega todo quinto domingo do mês. Prega o evangelho puro e simples da mesma forma como em seus videos, e na última vez, suas palavras foram tão agudas que politicos e autoridades demonstraram um certo constrangimento. Portanto, embora ele tenha amigos lá, não deixa de pregar as verdades do evangelho.

    Vcs podem acompanhar ao vivo pelo site da Catedral todo quinto domingo….catedralrio.org.br.

    Curtir

  12. Gledson Gamburgue Gomes de Oliveira
    19/08/2010

    Olá pessoal, Graça e Paz de Deus. Gostei da matéria na revista época, e também do o Espírito Santo está fazendo nos corações daqueles que realmente sabem o significado do seu chamado. Muitos ( pastores, teólogos) gastam sua força física e mental em divergencias de idéias, tipo: qual é a religião verdadeira ( qual comunidade, qual caminho..etc.) Na bíblia temos a resposta de Jesus ” joão 3:17 ” porque EU vim para o mundo, não para julgá-lo mas para salvá-lo” Em minha modesta opinião, temos que parar de achar que somos tão espirituais e donos da razão, pois todos somos pecadores e carecemos da Graça de Deus. Tenho procurado através do Espírito a Revelação, que não é dada por pastor, teólogo, ou qualquer que seja. A ávore é conhecida pelos frutos, Deus é justo a absoluto. Se as tendências, pentencostais, neo-pentencostais, comunidades… e outras que virem, não se enraizar no caminho, na verdade e na vida, seremos apenas rádio… com falácias, vendendo o nosso ” jesus e nosso evangelho”, sem conhece-lo em nós mesmo. Gosto muito do que o servo Paulo diz: ” uns dizem que são de apolo, paulo, outros de cristo; porém Cristo está dividido? Ele nos chamou para sermos ministros de uma NOVA ALIANÇA, não da letra ( conceitos, pré-conceitos estabelecidos, leis…) mas do ESPÍRITO, porque a letra MATA, mas o Espírito Viivifica. Nele, que é o Alfa e o ômega… Gledson Gamburgue, servo,servo,servo e sempre servo…

    Curtir

  13. Paulo Viula
    20/08/2010

    Fiquei triste com a última do Caio chamando todos os citados na matéria “Novos Evangélicos” da revista Época de bundões (com exceção do cirurgião que ele não conhecia) e que aguardavam a conversão deles! (veja aqui http://www.youtube.com/watch?v=ih10pJVopEE) E ainda para ser mais veemente argumentou que não estava sendo “duro” pois “bundões” tem que receber é algo duro mesmo. Parei, não há como levar ele mais a sério ou com qualquer consideração pelo seu passado.

    Não tive qualquer conhecimento do passado Caio, o que conheci foi depois de seu adultério, li muito de seus livros que estavam a preço de banana nas livrarias evangélicas por razão disso. Acompanhei muitas pregações depois, noticias na mídia e sempre conferia as novidades do seu site atualmente. Cheguei a achar que este Caio atual era bem melhor que aquele antigo porém uma outra leitura do Caio, se faz necessário.

    No seu livro Confissões de um pastor escrito muito cedo alias, gastou boa parte do texto mais para falar de passado mulherengo, drogado e rebelde, pouco do seu ministério. Deu a entender que sua esposa fosse um quebra galho pois não apaixonou por ela apenas casou-se. Nada falou sobre seu o envolvimento homossexual na infância, o que relatou posteriormente quando ao escrever sobre o assunto por conta do homossexualismo de seu filho. Nesse livro também mostra como entrou no presbiterianismo sem fazer seminário, só uma monografia afinal o jovem evangelista era uma estrela em ascenção, o pai não queria perder o filho para outra denominação. Com isso nunca poderia mostrar qualquer consideração para a mesma visto que segundo ele mesmo cansa de dizer ele fez mais pela denominação do que a mesma por ele visto que nem fazia questão de apresentar como ministro presbiteriano mais as igrejas gostavam de falar que ele fazia do time vide a Catedral presbiteriana que tem sua toga até hoje. Como história não é o mesmo o forte dos cristãos no Brasil inclusive dele não há como culpa-lo por isso.

    Sua ascençao meteorica de fato nunca vista no Brasil até então com sermões que viraram livretos, por diversas editoras até criar sua própria, filmes, programas de televisão de fato inovadores e uma circulação interdenominacional o qual gerou uma associação o qual tinha figuras antagônicas que são a banda podre do evangélicos no Brasil (com exceção da Universal que foi vetada) além dos compromissos como empresário de uma rede de TV o qual alugava até para adventistas. Criou a fábrica da esperança dimuindo a criminalidade de uma favela no Rio de Janeiro tendo centenas de empregados na sua folha de pagamento por conta disso. Com a essa visibilidade se relaciona com figuras do meio secular como sociologos, psiquiatras e politicos. Se torna cabo eleitoral do Lula fazendo campanha na televisão a favor dele. É professor de espiritualidade no seminário Escola de Pastores além de ser convidado em outros seminários, motivo de deboche dele próprio em seus sermões pois embora auto ditata (o que ele sabe não foi revelação dos céus é preciso deixar isso claro), sempre se vangloriou em falar perante “phd” sem ter num cursado um seminário convencional. Embora presbiteriano sua enfase pentecostal ao lado da universalidade da salvação fazia dele um ser que agradava todos os gostos.

    Os encontros da VINDE, seu império para-eclesiástico, sobre familia e diversos livros sobre assunto além de sua familia ser muito citada em seus sermões (diferente de hoje que quase nada se diz a respeito) afinal quem não lembra da pregação da Adhonep sobre o drama de Absalão que foi comercializada em VHS, K7 e posteriormente um livreto? Para chamar essa responsabilidade para si afinal quem não governa sua própria casa, o que dirá a igreja por isso passa o papel de marido e pai exemplar. Não bastava citar em seus sermões até mesmo fotos da familia foram publicadas em livro. No entanto seu filho assume a homossexualidade ainda adolescente mais isso não vem a publico até recentemente quando se envolveu com um pastor de uma denominação gay o qual o seu filho escrevia também artigos para mesma contradizendo textos bíblicos e o próprio Caio pregou. Posteriormente se envolve sexualmente com sua secretária, ainda assim mantem o congresso da VINDE no entanto por estar no foco da mídia por causa de supostos documentos que implicariam em paraísos fiscais do presidente da república da época (o qual não abalou sua reputação até então no meio evangélico) porém o casamento desfeito é de conhecimento da mídia secular e cai como uma bomba no arraial evangélico. Ninguém acreditou, até que ele próprio publica uma carta na internet dizendo os pormenores do adultério mais de novo custou para acreditar, muitos diziam que a carta não era verifica. De 99 em diante rumores do da homossexualidade de um filho, do envolvimento com drogas de outro, da esposa a procura de emprego, etc. Chovem críticas, acabou a caiolatria.

    No entanto o que seria um momento de reflexão de solicitude dá lugar ao visionário. Caio lança o livro Nephilim esperando ser um concorrente do Paulo Coelho, não dá certo, Não tem espaço no meio secular, procura as igrejas para divulgar seus livros. Leva junto a pivô do seu divorcio. Tenta mais uma vez com Tábuas de Eva mais não dá certo novamente, inicia o Café com Graça e prega no meio da semana na Catedral presbteriana além de outras igrejas a convite, igreja Batista Betânia, Catedral anglicana em Recife, igreja catolica de Copacabana, volta ativa muito antes das revistas evangélicas darem conta. Numa dessas tardes de autografos conheci a que seria sua esposa atual, envia o pivô de seu relacionamento para os Estados Unidos, com isso aprofunda o relacionamento com a futura esposa enquanto mantem a outra num relacionamento a distância. Quando esta retorno dos Estados Unidos cheia de saudade com os e-mails diários de seu amados guardados, percebe que é carta fora do baralho e tenta suícidio. Experimentou do próprio veneno e é deixada para trás, apenas um capítulo na história do reverendo. Perde um dos filhos numa suposta discussão com a irmã razão de ter saído do carro e ser atropelado. Faz seu próprio casamento, funda sua própria denominação e saí atirando para todos os lados desde então.

    O que gostaria de perguntar a seu Caio é o por quê de tanta mágoa? Será de fato abandonado pelos “amigos”? Pois antes era alguém inascessível, tinha que marcar com secretária para agendar um encontro, de preferencia multidões, ganhou milhões, o qual diz ter investido tudo no ministério como qualquer empresário faria no seu próprio negocio. Nos seus eventos (gravados em VHS) exigia atenção, silêncio, ordem parecia que o papa estava falando, era dogmático, fundamentalista, fazia as exursões para Israel mais ia em carro particular separado do grupo. Verdadeiro popstar que só aumentava a idolatria. Descia a ripa nos pastores divorciados e usava de ilustração o pastor endomoniado que tinha pecado de adultério entres outras chacotas com pessoas que não criam na contemporanidade dos dons, ou em manifestações demoniacas, etc. Ou seja, um cara que tinha muitos admiradores mais será que mesmo que cultivou amigos pois nem ao menos teve um mentor, sempre se projetou como o cavaleiro solitário, o desbravador, Billy Graham brasileiro, etc. Quem poderia ser o mentor de tal “gênio”? Nem mesmo os livros cristãos já dizem segundo ele, alguma coisa. Não lia mais. Esculacha diversos autores tais como Francis Schaefer, D. M. Lloyd-Jones, etc. Só Jacques Ellul permanece inatingivel (de onde brota a maior parte de suas ideias). Do resto nada presta para o Caio nem o cristianismo que ele se gaba imbecilmente de ser invenção de Constantino!? Contrapõe sua visão de evangelho para tudo que recebeu até então. Tremenda imbecibilidade tais como seus artigos “a mente de Paulo”.

    O que me dá medo é que essa geração que está chegando ache que de fato Caio é algum visionário, sábio, profeta seja lá o que for. Ele não é! Antes pode se atribuir a ele boa parte dessa bagunça de hoje pois afinal foi com a projeção dele que atiçou a cobiça de muitos. Tudo que hoje se fazem (a exceção do cruzeiro gospel pelo que saiba) ele já empreendeu no passado. Ele também tem parte com o que se hoje conhece como igreja emergente afinal a “verdade é um pessoa não uma doutrina” como já dizia Jacques Ellul (e atualmente Ed René Kivitz). A exceção da teologia da prosperidade, G12 e os cultos de exorcismos (embora já tenha falado muito sobre o diabo, hoje quase que não existe nos seus artigos, foi tudo psicanaliticamente revisado) o que não tenha em algum momento alguma expressão em Caio Fábio? Hoje sua briga com o “ismo” do cristianismo encontra respaldo com Edir Macedo. Nada é novo, querer ser o messias, um novo Lutero, um restaurador tantos outros já fizera m no passado. Se for um criador de seita então vai ter uma semelhança ainda maior pois todos dizem que o cristianismo faliu, só eles enxergam com clareza. Coincidências, não creio. Já no tempo do Café com Graça ele tentou emplacar a “doce revolução” incentivando outros a levar “as teses” dele e pregar em cada igreja local, ou seja puro e simples proselitismo como qualquer outro sectário. Ele não pastoreia ninguém, façam cada qual da sua vida o que quiser desde que saiam da sua igreja local e entrem no caminho da “graça”.

    Se fosse de fato honesto consigo mesmo teria feito essas críticas atuais ainda quando gozava de prestígio mais será que ele mesmo não preferiu ficar na sua zona de conforto? No entanto caiu e viu seu império desabar, sua família em colapso e hoje tentar culpar alguém pelo seu fracasso enquanto junta os cacos com seu ministério virtual, sua rede de lavagem cerebral (ah sim, nesses “caminhos” só o que deve ser lido e ouvido é o que ele escreve ou prega) tentando ser focos de revistas e quando não é tema principal esperneia. Infantilidade, molecagem isso sim. Quando confrontado com a verdade ameaça com jiu jitsu demostrando seu dominio próprio.

    Caio é uma piada não tem como levar a sério. Apenas mais um sectário, pastor virtual a distância, orador espetacular, péssimo exemplo familiar, polemista e excelente sofista. Se é para seguir o Caio, se prepare para a queda afinal é apenas um homem com sua visão particular do evangelho se achando maior do que realmente é.

    Curtir

    • Reinaldo
      22/08/2010

      quero responder ao sr. Paulo Viula: Cara! Voce tá pior do que o Diabo em acusações! Com um cara como voce por perto o diabo pode tirar férias sossegado!
      Com toda a certeza voce não conhece Jesus Cristo e nem o que significa Graça! Pois a boca fala do que o coração tá cheio!!

      Reinaldo de Almeida

      Curtir

      • Reinaldo
        22/08/2010

        Voce tá mais pra Paulo Virúla, virulento!

        Curtir

  14. Joaquim Henrique R. Filho
    21/08/2010

    Caio Fábio, como é comum acontecer aos vultos importantes de qualquer época/história/sociedade/gueto, suscita para si extremos quase psico-dialéticos: ou você gosta dele ou não gosta! Sabedor disto, qualquer coisa que ele fala atrai a atenção, seja em louvor ou em repúdio às suas posições.

    Particularmente, gosto muito dele, embora não o conheça pessoalmente e nem concorde com muito do que ele ensina, principalmente quando remove de Deus a ação que o caracteriza como tal e na qual simbioticamente se fia quem crê, para a colocar a cargo da própria capacidade humana. Eu, por exemplo, ainda não consegui entender em que nível Deus é um Deus que intervém em todos os pormenores da vida humana, segundo o Caio.

    Embora eu não tenha ouvido muita coisa que ele pregou antes de 98, tenho a impressão de que antes o seus sermões eram mais evangélicos, mais essencialmente bíblicos e espirituais do que os de hoje, via de regra subordinados aos insight´s da psicanálise (ele, como ele mesmo declara, não tem admiração alguma pela teologia), muitos dos quais, se analisados sem qualquer paixão, não conseguem chegar a lugar algum, salvo à guarida indutora de um bem bolado jogo de palavras muito bem expresso num cerco de razoável oratória de um quase involuntário esteta das palavras. Tudo isto, é claro, não tira o mérito de suas mensagens, nas quais tenho a vívida impressão de que somos chamados à responsabilidade para com o sentido último do evangelho, responsabilidade esta que só tem sentido se vivida, se experienciada, ao invés de puramente teorizada e embalada em pregações que a relativizam diante da assistência sempre benigna do Senhor.

    De resto, se ele está certo ou errado (embora eu acredite que ninguém pode estar in totum certo a respeito das coisas de Deus em virtude de nosso olhar para ele ser sempre comprometido com as estruturas psíquicas que o condicionam, nem que minimamente; ou, como ensina Humberto Rohden, como pode o finito conter o infinito?), não tardará muito até que descubramos. Assim, enquanto isto não acontece, e sem qualquer rendição aos pressupostos pós-modernitas do conhecimento e da dialética relativizadora da verdade, retenhamos dele o que de bom ele tem para ensinar, rejeitando tudo o mais sem nos esquecermos que um é o pregador, outra é a mensagem. Parafraseando algo que ele mesmo disse, se a mensagem é de Deus, podemos até rejeitar o mensageiro, entretanto não deveríamos nunca lançar fora a mensagem – e isto se aplica, em meu sentir particular, tanto a ele quanto a qualquer outro irmão na fé, mesmo àqueles tidos por ele como bundões.

    Um abraço a todos.

    Curtir

  15. Clóvis Gomes
    23/08/2010

    O engraçado é que o pessoal fala que não leva mais o Caio a sério mas não forma uma opinião sem dar uma olhada no site dele, rs…

    Se vc me perguntar se tem algo novo acontecendo como Evangelho verdadeiro hj? Te respondo: muito pouco, e o pouco tem aocntecido com pessoas (a maioria no anônimato).

    Se me perguntar sobre oq eu acho sobre chamar os citados de bundões, nada tenho tb!!! Mas se ele falou é pq conhece,e sabe pq, coisa de amizade antiga, que ele falou em ter falado em outros tempos.

    Mas q tem um monte de bundões que lêem o site do Caio, mesmo conhecendo que ele não faz média, aí quando ouve ou lêem alguma coisa que foge do seu vocabulário religioso ficam decepcionados. Gente, o Cáio é assim, fala oque quer e sempre banca oque fala e paga o preço por isso tb quando têm que pagar.
    Eu posso não concordar com muitas coisas que ele fala, vc tb. Mas para ser assim, como ele é, têm que têr peito, coisa que muitos não são no nosso meio.

    Abs

    Curtir

  16. Elias de souza vieira
    23/08/2010

    ouvindo este discurso de Caio Fabio percebe-se um tom fustraçao,ele ataca tudo e a todos,toda comunidade evangelica sabe do declinio espiritual dele,faz-me lembrar de jimmy swaggart pastor americano que teve seu ministerio aruinado com envolvimento com mulheres e nao se ouve falar mais nele,a caracteristica de um apostata,fala como um desequiilibrado espiritual com palavras improprias para alguem que se diz lider, o que ele quer chamar atençao pra sua moral que esta caida.

    Curtir

  17. Renan
    26/08/2010

    Graça e Paz…
    Fato é que não devemos esperar ver qualquer homem como santo, todos são falhos… inclusive o Fabio… Calvino era extremamente falho.. Lutero tinha caráter duvidoso e por ai vai…
    Mas apesar dos defeitos, uma vez que nos fixamos um pouco na graça comum, vemos que o mais vil homem pode dizer e expressar verdades com destreza. Sejamos sinceros que muito do que o Fabio tem propagado é a mais pura verdade! e o fato de ele usar o seu mundinho do “vem & vê TV” deve-se ao fato de que ministérios, pastores fecharam as portas para o mesmo, após tal homem assumir o adultério…
    “Estrangeira”… meus parabéns pela postagem… já acompanho seu blog há algum tempo, mas essa é a primeira vez que comento…
    Foi graças a vc que decidi criar um blog… acesse http://www.pelasescrituras.blogspot.com
    Comentarei sempre aki… só uma informação: Eu sou bem azedo de forma gera… esse comentário foi mais light (risos)… sou tão azedinho como vc e a nani, Genizah e o trem da alegria… Fique com Deus…

    Curtir

  18. Nai
    10/09/2010

    Só sei que Deus irá julgar todos individualmente, cada um estará diante do tribunal do Senhor no dia do juízo. Enquanto discutimos quem está com a razão ou não VIDAS ESTÃO À BEIRA DO ABISMO, Será que nossa parte estamos fazendo?
    Senhor envia-me a mim..Corramos dos lobos vestidos de ovelhas e que buscam os seus próprios interesses..Já me decepcionei com tantos lideres espirituais que só me resta a minha própria conciência..Consultemos o nosso coração no Senhor..Fala Senhor e faz-no ver a verdade..a Tua somente!

    Curtir

  19. BOM DIA: A PAZ

    ESSE CAIO FABIO É O MESMO QUE EU LIA???
    COITADO, E PENSAR QUE UM DIA EU O ACHEI UM HOMEM EQUILIBRADO.
    PENSO QUE ISTO SEJA O RESULTADO DA INVEJA E DO ÓDIO NA VIDA DE QUEM NÃO VIGIA.
    ESTÁ ESCRITO ASSIM; ” DO QUE SE QUEIXA O HOMEM” – ” DE SEUS PRÓPRIOS PECADOS” – Lamentações, cap. 3, verso 39
    POSSO PEDIR UM FAVOR, OREM E E JEJUEM POR ESTE HOMEM, POR FAVOR.
    NEM HÁ O QUE FALAR POIS AS DECLARAÇÕES DESTE HOMEM ME DEPRIMEM, SINCERAMENTE FICO MUITO MAS MUITO TRISTE DE VER “ISSO” QUE SE TORNOU O CAIO FABIO.

    PR CLAUDIO ACCONCI
    prclaudio-acconci@bol.com.br
    pastoracconci.blogspot.com
    12 3672 34 47
    12 9725 82 23

    Curtir

  20. Nilson
    06/11/2010

    Gente, assitam aos videos antigos do caio e os de agora, e vcs verão que o conteúdo teológico dele, bem como a veemência nas denuncias não mudaram. É o mesmo Caio, só que destituídos das amarras do “evangelicamente correto”.

    Curtir

  21. nilson
    06/11/2010

    Caio Fabio não se considera mais evangélico(pelo menos no sentido usual que utilizamos aqui), no entanto ele foi pai e avô da estrutura que se montou como evangélica no Brasil, chegando a ser referencia como conferencista no País inteiro e presidente da AEVB(portanto conhece a todos os que estão no contexto desde os bastidores). Desceu ao abismo quase que sozinho e quando emergiu, veio com a convicção de que não deve mais nada ao mundo evangélico brasileiro. A linguagem ácida talvez seja a oportunidade vista em dar uma resposta que ficou na garganta a cerca de 18 anos atrás, quando, segundo ele, alguns que foram citados, se isentaram quando existiu o momento de distinguir os históricos dos neo-pentecostais durante a guerra IURD x Globo(pois a IURD, com o apoio do Silas dizia representar os evangélicos na luta). Ou seja, para Caio o protesto dos “novos evangélicos” deveria ter sido feito lá atrás(o que teria impedido essa confusão que hoje se faz sobre a distinção de históricos, pentecostais e neo-pentecostais), e não agora. Acho que é isso.

    Curtir

  22. Ricardo
    28/02/2012

    Pessoal, o problema é espiritual.. Os mesmos problemas de hoje existiam na época de Jesus, Os Religiosos, A multidão, Os Farizeus.. e OS DISCIPULOS, o que acontece que Jesus não usou da força e nem mesmo interrompeu seu chamado por esses problemas. Caio Fábio tem postado vídeos na Web Gravíssimos de denuncias e maledicencia, esses dias fiquei chocado com um video dele incentivando a masturbação.. Creio seguramente que o semblante de Caio denuncia a raiz de amargura e rancor.. Caio precisa se humilhar, se quebrantar e sujeitar sua vida a Homens que realmente vivem o Reino e tratem suas feridas com confronto e amor e receber esse apascento de perto.. e o principal Deus vai ajudar a Caio que é “LIBERAR PERDÃO A TODOS ESSES HOMENS QUE ELE DENUNCIA” ,, pois Jesus perdoou os seus matadores quem somos nós para abrir guerra para quem nos ofente?
    E é muito claro que Caio Fábio saiu da vontade de Deus, semelhante a Jonas que mudou de caminho e tudo a sua volta era confusão e tempestade..

    Amém……..

    Curtir

  23. Rodrigo Oliveira
    31/10/2015

    Vocês estão sabendo que o Caio Fábio está vendendo mentoria espiritual aos seus seguidores?
    Pois é…, pesquisem aí, fiquei chocado!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: