Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcha para Jesus 2011 – por Alex Martins


Ao som de:

“Persegui meus inimigos e os alcancei
Só voltei depois de os destruir
De força pro combate me cobriu o Senhor
Fez fugir os que me odiavam…”
e
“Somos um povo apostólico, NADA nos deterá, marchamos abrindo caminho, representamos o rei (sic)…”

estávamos nós lá. Não sei como esse tipo de música pode ser chamado de música cristã. Música que, em detrimento da imagem de um Deus de amor, pinta a imagem de um Deus tirano, general, armado, vingativo e perigoso. O pior é que na mente fraca dos cegos seguidores essas frases de apologia à violência têm que ser aplicada no dia-a-dia, na esfera carnal e pessoal e não na espiritual.

Motivados por um sentimento de guerra contra os opositores e todos aqueles que não concordam com suas práticas a igreja renascer neste ano contratou seguranças para “proteger” a marcha para Jesus de qualquer protesto.

Assim como nos outros anos nos reunimos no ponto de partida da marcha e estendemos nossas faixas com versículos bíblicos e frases sobre o evangelho simples.

No ano passado eles nos xingaram e disseram que estávamos procurando um jeito de tomar um tiro na cara, nesse ano ainda não vimos armas, mas vimos braços e punhos em riste. Cerca de 5 seguranças trogloditas nos seguraram e roubaram nossas faixas. Um deles puxou com toda a força a faixa da mão da Vera e quando vi outro veio tomar a minha, fiquei segurando a minha faixa e logo outros seguranças vieram e nos agarraram nos apertando, enforcando e roubando nossas coisas. FIcou um bolo de gente encima de 3 de nós, a Vera presa entre eles começou a gritar “Socorro, socorro, socorro.”. Nessa hora as pessoas começaram a olhar e consegui me desvencilhar de um dos agressores e corri ao posto policial pedindo ajuda. O policial me seguiu e quando chegou teve trabalho pra retirar os grandalhões de cima da pequena Vera e do outro rapaz de nosso grupo.

Os seguranças deixaram escapar uma frase que dá pra entender que tudo foi premeditado pela lidrança da renascer, eles disseram: “Esse ano vocês vão apanhar!”.

Quando o Paulo viu que sua mulher foi agredida correu atrás dos agressores que, como uma turba de trombadinhas, tinham uma tática pra se esquivar; enquanto um tentava fugir no meio da multidão, os outros fingiam de pessoas comuns e ficavam no caminho com o corpo duro impedindo a passagem para que o outro fugisse sem perseguido. O Paulo conseguiu se desvencilhar dos “impecilhos” humanos e conseguiu seguir os agressores, ele querendo fotografar o agressor, que fugia de costas, querendo que ele se virasse para camera disse: “Você não é homem só agride mulher?, vem aqui me agredir!”, mas o cara não olhava de jeito nenhum, até que o Paulo disse: “Você é da mesma laia do seu apóstolo covarde” o cara se sentiu ofendido e se virou para sair na porrada com o Paulo, essa hora ele fotografou o miliante e por sorte um pastor da própria renascer segurou o agressor e o impediu de continuar a briga dizendo que aquilo que ele estava tentando fazer era loucura.

Voltamos todos para a base policial e enquanto conversamaos com os policiais a Vera foi se encontrar com o outro grupo que estava com outras faixas. Depois de alguns minutos os seguranças (do capeta) também roubaram as coisas do outro grupo.

Sem faixas a única coisa que pudemos fazer foi entregar alguns folhetos para as pessoas. A Vera foi pra frente do trio elétrico dos donos da marcha e fez seu protesto lá. Uma reporter que a viu perguntou o que significava aquele protesto e pediu o telefone da Vera para um contato posterior. Ao passar um papel com o numero do telefone para a jornalista mais um segurança veio e agrediu a jornalista arrancando da mão dela o papel com o número de telefone.

Nos juntamos todos em frente á base policial. O oficial da polícia confiscou nossas faixas e disse que não nos entregaria mais. Ele não estava querendo nenhuma ocorrência sobre responsabilidade dele e ameaçou algemar o Paulo e nos levar pra delegacia. Acabamos explicando ao oficial o que realmente aconteceu e ele nos entendeu só não queria que saíssemos com as faixas pois temia por nossa seguranças em meio aos “amáveis crentes”.

Fomos á delegacia prestar boletim de ocorrencia por agressão, a delegada nos recebeu, a principio muito nervosa, e depois de muita explicação feita por mim e pelo Paulo ela entendeu o motivo do protesto. A Vera disse a ela que éramos contra usar o nome de Deus para arrancar dinheiro do povo. Essa frase parece que abriu os olhos de todos na delegacia, a delegada, o investigador e todos os outros que estavam lá começaram a nos dar razão e contar diversas histórias de roubo por parte da igreja. Disse á delegada que os líderes que estavam na marcha não representavam o cristinismo verdadeiro porque todos são envolvidos em algum tipo de escandalo. Mostrei a ela o panfleto que criei e ela nos deu algumas orientações sobre o que e como fazer para entrar com algum tipo de processo. Ela saiu de perto da gente dizendo: “Quem tinha que estar aqui preso era o Sr Hernandes”.

Chegamos e saimos da delegacia dentro da viatura policial, onde o sargento nos ajudou muito, foi compreensivo, sereno e nos orientou bastante. Dissemos a ele que ele era mais cristão do que aqueles que nos agrediram.

Nesse ano não ficamos muito tempo na marcha porque fomos roubados, agredidos, ameaçados de sermos presos e passamos um bom tempo na delegacia. Mas foi muito bom e no ano que vem estaremos lá de novo nem se tivermos que ir com colete a prova de balas.

Essa agressão foi premeditada e programada pela liderança da marcha e isso não vamos deixar passar em branco, um vídeo está sendo feito, iremos publicar as fotos dos agressores, já entrei em contato com a folha renascer contando o caso e eles disseram que irão nos ajudar no que precisar para identificar os agressores, e esperamos que a jornalista que foi agredida junto com a Vera dê atenção ao caso. Ela era da Folha de São Paulo.

No demais vimos todo tipo de bizarrices imagináveis naquela marcha que estava mais para uma micareta. Pessoas histéricas gritando ao ver o Estevam, pareciam meninas adolescentes quando veêm o Justin Bieber pessoalmente, vimos um comércio deslavado, uma feira, um altar a Mamom, vendiam e barganhavam de tudo (aprenderam bem com o líder que barganha as bençãos de Deus), vimos gritarias, azarações, zueiras e um monte de coisas que dão repulsa.

Eu pessoalmente vi algumas coisas legais, como uma mulher que distribuia abraços com uma placa dizendo: “abraço grátis”. Poucos queriam. Também vi várias pessoas ajoelhadas orando a Deus, apesar de parecer uma romaria essas pessoas eram sinceras em sua fé e não estavam lá para bagunçar e na sua sinceridade e fé Deus as recompensará.

Teve também quem colocasse na palmilha do sapato um papel (com o símbolo da marcha, claro) com os pedidos que ela queria que fosse realizado. Uma coisa ridícula, religiosamente sincrética e pagã.

Senti na pele como a máfia da renascer pode ser perigosa. Só tinha ouvido falar disso nesses vídeos: (passe o mouse sobre o ícone que o vídeo aparece aqui mesmo)
Video 1 (mais completo): Tortura e ameçada sob armas dos seguranças da renascer
Video 2: http://www.youtube.com/watch?v=vrZXo0GA2VQ
Vídeo 3: Ditadura na igreja

Aguarde mais vídeos, fotos e notícias.
você pode ler mais sobre o protesto na marcha nos seguintes links:

http://pedrasclamam.wordpress.com/2011/06/23/agredidos-e-roubados-na-marcha-que-deveria-ser-para-jesus/
https://estrangeira.wordpress.com/2011/06/23/roubados-e-agredidos-na-marcha-para-jesus-de-sao-paulo/
http://portuguese.christianpost.com/noticias/20110623/protesto-marcha-para-jesus-evangelicos-agredidos-por-evangelicos-da-renascer/

Continue lendo aqui: Desejando Deus
http://alexmartins1.blogspot.com

Fonte: http://www.desejandodeus.com.br/2011/06/marcha-para-jesus-2011-paganismo-roubo.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: