Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcha para Jesus – por Paulo Siqueira


“Os olhos do SENHOR estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons” – Provérbios 15.3
Hoje mais uma vez estivemos na marcha que deveria ser de Jesus, para mais um protesto e luta pelo evangelho puro e simples. Como nos últimos anos, levamos nossas faixas com o objetivo de que as pessoas fossem tocadas e olhassem para o evangelho de Cristo, com consciência, em busca de maturidade. Apesar de discordar de muita coisa da maioria das lideranças evangélicas, nosso protesto sempre foi silencioso e pacífico, e nossas faixas pouco dizem.
Nos anos anteriores, não faltaram agressões verbais. Fomos chamados de fariseus pela grande multidão, incentivados por um dos pastores em cima de um trio-elétrico.
Isso tudo sempre serviu de estímulo, pois as minorias se fortalecem nas lutas e nas tribulações. Porém, esse ano, em dez minutos em que abrimos uma de nossas faixas, fomos subitamente agredidos por cerca de cinco homens, seguranças da Igreja Renascer, que a socos e pontapés, enforcamento, retiraram nossas faixas, e de forma súbita, se lançaram em meio à multidão.
Eu logo saí atrás deles, na tentativa de tirar fotos que possibilitassem a identificação. Como eles se espalharam, fitei meus olhos em dois e fui atrás. Tirei várias fotos deles de costas, pois se protegiam, até que consegui chegar à frente deles. Foi aí que os dois me encararam e estavam prontos para me agredir novamente, e acredito eu, se utilizando de algum artefato, algo sob suas camisas. Foi quando um rapaz com a esposa e a filha se pôs entre mim e eles, e intercedeu para que eu não fosse agredido.
Esse rapaz se identificou como um dos oficiais da igreja, e logo conseguiu dispersar os dois, reprovando sua atitude e dizendo que ali não era lugar para violência. Eu, então, pedi a esse oficial que deixasse eu tirar uma foto dele e de sua família. E retornei ao grupo que nesse momento havia sido socorrido pelos policiais, em uma base móvel da PM.
Todos estavam bastante amedrontados, e não entendiam o que havia ocorrido. Eu então me apresentei aos policiais, contei o ocorrido e de pronto fui orientado pelos policiais a nos retirarmos da marcha, pois temiam pela nossa segurança.
Fomos então conduzidos ao 2o. DP para descrever à autoridade policial os fatos ocorridos. Fomos prontamente atendidos, e o interessante foi perceber que até mesmo para os policiais, os fatos não assustavam. Porém, o B.O. não pode ser feito, pois não tínhamos os nomes dos nossos agressores.
Infelizmente, quem nos agrediu agiu de modo pensado, pois se utilizou da multidão para encobrir o seu ato.
Ficam várias perguntas: que relação há entre Silas Malafaia, família Hernandes e Samuel Ferreira?
Silas Malafaia dando entrevista à Globo, a Globo não é do diabo?
Por que ocultar de forma violenta o nosso protesto? Somos tão nocivos assim aos pregadores da teologia da prosperidade?
Em que os “fariseus”, os “babacas”, os “insignificantes” podem prejudicar as poderosas “emprejas” do grupo Renascer e Vitória em Cristo?
O que há para esconder?
Queremos dizer que o episódio ocorrido serve de confirmação para os nossos protestos. Não vamos desistir, ao contrário, vamos utilizar as estratégias específicas para esse tipo de situação.
Não vão nos calar. Que isso seja um alerta, pois se algo acontecer a nós do Movimento pela Ética Evangélica Brasileira, seja notório para todos quem são os causadores.
Nossa luta continua. Sabemos que somos poucos, que não temos os mesmos recursos financeiros e midiáticos, porém lutamos com as armas da justiça divina, sabendo que os olhos de Deus estão em toda parte.
Meu coração se enche de esperança, pois sei que muitos ainda não se dobraram diante de Baal, e a minha esperança se firma no dia em que todos estaremos diante do Grande Trono Branco, e lá será aberto o Livro, e todos nós seremos julgados por tudo quanto fizemos nesse mundo.
Com certeza, se muitos dos líderes evangélicos desse país meditassem nisso, poderiam mudar o rumo de suas vidas, pois a Bíblia diz (na minha diz) que naquele dia haverá muito desespero e ranger de dentes.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

Fonte: http://pedrasclamam.wordpress.com/2011/06/23/agredidos-e-roubados-na-marcha-que-deveria-ser-para-jesus/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: