Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Só mais um feriado?


Muitos de nós estamos hoje de folga. É mais um feriado, a “sexta-feira santa”, feriado católico que beneficia a todos, de todos os credos. É dia de, após horas de congestionamento, pegar uma praia, andar no campo, comer na casa da mãe (ou da sogra).

Mas qual a razão desse feriado mesmo?

Não importa. Ninguém sabe. É apenas mais uma desculpa para se comer bacalhau, o prato eleito para este dia (já que, pela tradição, não se pode comer carne).

O mundo funciona assim. Através de sutilezas, vai aos poucos se adentrando no cristianismo e lhe roubando as essências, até que elas sumam de vez. No início, os cristãos eram discriminados e perseguidos por suas crenças, mas quanto mais perseguidos, mais se juntavam às suas fileiras.

O “mundo”, que não é bobo, mudou de estratégia.

Assim, se não se pode vencê-los, junte-se a eles. E o “mundo” então se juntou aos cristãos, primeiro tornando sua religião como a oficial; depois, dando poder político aos seus líderes (em especial ao líder supremo, o Papa). Só que, em troca deste “poder terreno”, muitas pequenas coisinhas relativas aos ensinos de Cristo tiveram que ser desconsideradas, em nome da “paz” entre a Igreja e o “mundo”.

E deu no que deu. O cristianismo verdadeiro quase sumiu.

É claro que em vários momentos Deus levantou homens e mulheres que, com ousadia e coragem, denunciaram esses acordos, mas o “mundo” está aí para abarcar o máximo possível de almas. E o tem conseguido até então.

Assim, hoje é totalmente compreensível que, no feriado de Sexta-feira Santa e Domingo de Páscoa a notícia de maior destaque na imprensa seja a realização de um festival de música onde satanás e seus demônios são abertamente exaltados nas letras de algumas das bandas. E sob gritos de u-hu e milhares de “mãos chifradas” provindas de adolescentes que nem têm noção da gravidade do que estão fazendo – e vivendo.

Todo o mundo tem seu preço. Esse ditado popular se estende também a muitas igrejas, que após conseguir poder se calam ante às injustiças e até diante da clara profanação da Palavra de Deus. E, como crianças mimadas, precisam ser afagadas a todo o momento, sob pena de, com “ciúmes” do tratamento que outros receberam, se voltar contra o “mundo”.

Assim, hoje teremos um Globo Repórter que terá como pauta as mudanças na Igreja Católica, mas para que os Evangélicos não se sintam desprestigiados lhes dará um pequeno bloco nessa pauta (segundo as próprias propagandas veiculadas sobre o programa de hoje à noite).

Assim, vimos no programa da semana passada (e com certeza nos próximos também) o Pastor Silas Malafaia fazendo propaganda aberta da FIC (Feira Internacional Cristã), que é a feira gospel da Globo. O engraçado é que nunca tal pastor fez a mesma propaganda da Expocristã ou outro evento do qual ele pessoalmente não é o dono. Por que será?

O “mundo” aparentemente venceu. Conseguiu, em troca do poder, em troca das promessas que Jesus um dia recusou lá no deserto, transformar um momento único da história da humanidade num reles feriado sem sentido nenhum. No dia em que deveríamos nos lembrar Daquele cujo Pai nos amou de forma absurdamente intensa e incondicional, a ponto de dar Seu Filho como sacrifício em nosso resgate, estamos mais preocupados em nos divertir e correr para comprar os ovinhos de páscoa.

Não, o “mundo” ainda não venceu. Ainda há poucos, um pequeno remanescente, que não se entusiasma por dinheiro, por cargos políticos e eclesiásticos, pelas facilidades que a união igreja-mundo pode oferecer. Esse remanescente está espalhado em todo o mundo (sem aspas), atuando em vários grupos em prol da defesa do verdadeiro Evangelho de Cristo. Muitos sofrem terríveis perseguições, estão presos, são açoitados, torturados. Outros, como os que vivem no Brasil e em países onde há liberdade religiosa, apenas lutam contra o sistema religioso na tentativa de que, sob a ação do Espírito Santo, alguns tenham seus olhos espirituais abertos.

Voltemos ao Evangelho puro e simples, o $how tem que parar!

Culto ao ar livre do Movimento pela Ética Evangélica Brasileira no centro de São Paulo (23/03/2013), onde houve a distribuição gratuita de dezenas de Novos Testamentos.

Para o “mundo”, é só mais um feriado. Para os de Cristo, é mais um dia para louvá-Lo e adorá-Lo, e buscar andar seguindo Seus passos.

Qual o preço que vale o abandono das essências do Evangelho?

Vejam o que o apóstolo (de verdade) Paulo disse há 2.000 anos atrás:

Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele,

Arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças.

Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;

Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade;

E estais perfeitos nele, que é a cabeça de todo o principado e potestade;

No qual também estais circuncidados com a circuncisão não feita por mão no despojo do corpo dos pecados da carne, a circuncisão de Cristo;

Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos.

E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas,

Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.

Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,

Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.

Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão,

E não ligado à cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo em aumento de Deus.

Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:

Não toques, não proves, não manuseies?

As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;

As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne.” – Colossenses 2:6-23

“Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.” – Mateus 10:32-33

3 comentários em “Só mais um feriado?

  1. Welandro
    29/03/2013

    VERDADE!!!!

    Curtir

  2. Marcos (cadeirante)
    29/03/2013

    O deus deste século (2CO4.4) cegou quase todas as pessoas e pouquíssimos têm escapado de sua sedução. Que Deus tenha misericórdia de nós e que possamos ir até o fim (MT24.13).
    Um abraço !

    Curtir

  3. Que a graça e a paz de Deus continue abundando os corações dos verdadeiros cristãos. Continuemos resistindo as sutilezas e armadilhas de satanás e seu mundo corrupto.Graça e paz a todos.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: