Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Palmas para a Teologia da Prosperidade, que está dando frutos em Angola


Cartaz de evento da IURD em Angola, que culminou com mortos e feridos, além das falsas promessas de prosperidade em troca de gordos dízimos e ofertas não serem cumpridas.

Primeiro a matéria da Folha de São Paulo de 27/04/13, depois meus comentários:

Angola proíbe operação de igrejas evangélicas do Brasil

PATRÍCIA CAMPOS MELLO
DE SÃO PAULO

O governo de Angola baniu a maioria das igrejas evangélicas brasileiras do país.

Segundo o governo, elas praticam “propaganda enganosa” e “se aproveitam das fragilidades do povo angolano”, além de não terem reconhecimento do Estado.

“O que mais existe aqui em Angola são igrejas de origem brasileira, e isso é um problema, elas brincam com as fragilidades do povo angolano e fazem propaganda enganosa”, disse à Folha Rui Falcão, secretário do birô político do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola) e porta-voz do partido, que está no poder desde a independência de Angola, em 1975.

Cerca de 15% da população angolana é evangélica, fatia que tem crescido, segundo o governo.

Em 31 de dezembro do ano passado, morreram 16 pessoas por asfixia e esmagamento durante um culto da Igreja Universal do Reino de Deus em Luanda. O culto reuniu 150 mil pessoas, muito acima da lotação permitida no estádio da Cidadela.

O mote do culto era “O Dia do Fim”, e a igreja conclamava os fiéis a dar “um fim a todos os problemas que estão na sua vida: doença, miséria, desemprego, feitiçaria, inveja, problemas na família, separação, dívidas.”

O governo abriu uma investigação. Em fevereiro, a Universal e outras igrejas evangélicas brasileiras no país — Mundial do Poder de Deus, Mundial Renovada e Igreja Evangélica Pentecostal Nova Jerusalém– foram fechadas.

No dia 31 de março deste ano, o governo levantou a interdição da Universal, única reconhecida pelo Estado.

Mas a igreja só pode funcionar com fiscalização dos ministérios do Interior, Cultura, Direitos Humanos e Procuradoria Geral da Justiça. As outras igrejas brasileiras continuam proibidas por “falta de reconhecimento oficial do Estado angolano”. Antes, elas funcionavam com autorização provisória.

As igrejas aguardam um reconhecimento para voltar a funcionar, mas muitas podem não recebê-lo. “Essas igrejas não obterão reconhecimento do Estado, principalmente as que são dissidências, e vão continuar impedidas de funcionar no país”, disse Falcão. “Elas são apenas um negócio.” [grifo nosso]

Segundo Falcão, a força das igrejas evangélicas brasileiras em Angola desperta preocupação. “Elas ficam a enganar as pessoas, é um negócio, isto está mais do que óbvio, ficam a vender milagres.” [grifo nosso]

Em relação à Universal, a principal preocupação é a segurança, disse Falcão.

blog1

Criança ferida por ser acusada de “ser bruxa” por conta da pregação de pastores da prosperidade em Angola. O Caminho da Graça tem feito um trabalho de resgate dessas pequenas vidas abandonadas à própria sorte por conta desse pseudo-cristianismo (que dá muito dinheiro aos seus líderes).

 

Meus comentários:

Sobre o governo de Angola não vou dizer que sou favorável, mesmo sem conhecer a situação do país. Um governo terreno que se perpetua no poder não pode ser coisa boa, pois, se fosse, daria espaço para a alternância de poder. Isso serve não apenas para países como também para igrejas, onde muitas vezes vemos a liderança passar de pai para filho, ilimitadamente, demonstrando que a igreja em questão pertence à família fundadora e não a Cristo (afinal, cá para nós, será que Deus sempre levantará alguém da mesma família como o melhor para a liderança da igreja? E como explicar que o fundador é o líder, sua esposa é a líder de algum importante setor da igreja e seu filho é o líder do louvor? Isso deixa claro que muitas igrejas ditas evangélicas têm por dono não Jesus, mas seu fundador, que para não perder aquilo que fundou deixa seu “feudo gospel” sempre nas suas mãos e nas de seus familiares).

Porém, mesmo não concordando com o governo de Angola, não posso fechar os olhos aos argumentos que ele encontrou para proibir a operação de igrejas evangélicas em seu país.

Elas são apenas um negócio. Elas ficam a enganar as pessoas, é um negócio, isto está mais do que óbvio, ficam a vender milagres.”

Ora, não é exatamente isso que as igrejas que pregam a demoníaca, abominável e famigerada Teologia da Prosperidade fazem e são?

Tenho que dar uma salva de palmas para a diabólica e insana Teologia da Prosperidade e sua doutrina irmã Cura Interior e Libertação, e seus líderes cães gulosos devoradores.

Parabéns, teólogos e líderes da Teologia da Prosperidade, que em suas igrejas e em seus programas de rádio e televisão dizem anunciar a Cristo. Graças a vocês, ao invés de mais pessoas conhecerem a Cristo, mais e mais estão conhecendo a Mamom, através da busca incessante pelas bênçãos materiais que o falso deus que vocês servem diz distribuir aos que o adoram. Isso é bíblico:

“Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam.” – Mateus 4:8-11

Palmas e mais palmas aos loucos que pregam a Teologia da Prosperidade, afinal graças à sua insanidade espiritual conseguiram fechar uma nação ao conhecimento do verdadeiro Evangelho. Ora, alguém acha que o governo de Angola vai saber diferenciar um falso pastor de um verdadeiro pastor do Evangelho? Basta o verdadeiro pregador dizer-se brasileiro que o caldo entornará de vez.

Uma salva de palmas aos seguidores da Teologia da Prosperidade e da Cura Interior e Libertação, pois conseguiram deturpar tanto o Evangelho de Jesus Cristo que tornaram o Puro e Santo em promessas de riquezas na terra e sincretismo religioso com as mesmas religiões afro que costumam defenestrar à luz do dia.

Vejam o vídeo abaixo do que ocorre na África, por conta do ensino deturpado do Evangelho de Cristo, e tirem suas próprias conclusões.

Meu Deus, até quando profanarão Seu Santo Nome??????

Mas agora, cá para nós, vocês acham que estamos muito longe de acontecer o mesmo aqui no Brasil?

Talvez, por nossa atual conquista da “democracia”, não tenhamos igrejas fechadas compulsoriamente. Porém, muito em breve teremos igrejas fechadas por falta de membros, afinal uma hora a carapuça de engano da Teologia da Prosperidade vai cair e muitos abandonarão essas igrejas, e muitos mais não quererão dar ouvidos ao Evangelho, pensando tudo se tratar da mesma coisa. E quanto às atrocidades em nome de rituais de libertação, aqui no Brasil podem não estar ferindo a carne das pessoas, mas estão causando graves feridas nas almas, que se iludem achando que só serão libertas cumprindo o que o(a) apóstolo(a) de libertação mandar fazer. Para eles, Jesus não tem poder para libertar ninguém.

O movimento de fechamento de igrejas no Brasil, por falta de membros, já começou (embora ainda não pareça). Cresce a cada dia o número dos “desigrejados”, daqueles que saíram de igrejas da “prosperidade” e da “cura interior e libertação” e não pensam em entrar em nenhuma outra. E também mudou a concepção que os “do mundo” têm em relação aos evangélicos. Se antes éramos ultrapassados nos costumes, porém pessoas dignas de total confiança, hoje somos desonestos, aproveitadores, supersticiosos e idiotizados, massa de manobra de líderes inescrupulosos gospel.

Uma pessoa busca uma religião buscando uma melhora interior através do contato com o divino. Como pregar o Evangelho, se quem diz segui-lo não demonstra ser uma pessoa melhor, mais tolerante, mais amável? Como pregar o Evangelho, se quem diz segui-lo só demonstra arrogância e prepotência, só demonstra se importar com sua própria vitória (mesmo que isso custe o sofrimento de outros)?

Muitos têm se tornado espíritas por conta do testemunho de caridade e amor ao próximo que os seguidores de Allan Kardec demonstram concretamente. Muitos estão se voltando ao catolicismo por conta do testemunho de humildade e amor que o Papa Francisco tem dado, mesmo no início do seu pontificado, fora os vários exemplos de vida cristã de muitos que foram canonizados. O dalai-lama é conhecido por ser alguém humilde e sábio.

E nós, evangélicos, que exemplos de desprendimento, amor, humildade e vida cristã nossos líderes mais em evidência no Brasil têm demonstrado ao mundo?

Capas da revista Forbes, sendo matéria em ranking de riqueza; uso de dízimos e ofertas para a construção de templos monumentais, jatinhos particulares, haras, fazendas gigantescas, relógios Rolex; uso de horários em rádios e tv’s, comprados com dinheiro dos fiéis, não para a pregação do Evangelho, mas para marketing pessoal e manipulação política; intolerância total com os que professam os chamados “pecados sexuais” e vistas grossas aos estelionatários da fé, corruptos e injustos (pois costumam ter bons dízimos e ser influentes na política).

Que o exemplo do que está ocorrendo em Angola sirva para pelo menos uma coisa: nos abrir os olhos sobre os gravíssimos malefícios que os pregadores da Teologia da Prosperidade têm feito em nosso meio. E que Deus possa levantar homens e mulheres dispostos a tudo para que Sua Palavra seja pregada como ela realmente é.

“Quisera eu me suportásseis um pouco na minha loucura! Suportai-me, porém, ainda. Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo. Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo. Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis.” – 2 Coríntios 11:1-4

Voltemos ao Evangelho puro e simples,
o $how tem que parar!

Anúncios

5 comentários em “Palmas para a Teologia da Prosperidade, que está dando frutos em Angola

  1. Welandro
    27/04/2013

    Olhos abertos! É pelo menos isso que a vedadeira Igreja de Jesus, una e invisível (pois não é uma placa religiosa, mas a junção daqueles que vivem a palavra de Deus) deve fazer!!!!!

    Curtir

  2. Marcos (cadeirante)
    27/04/2013

    Certamente alguém ainda terá coragem de dizer que estas “igrejas” estão sofrendo perseguição do Diabo.

    Curtir

  3. MEU DEUS!IRMAO ISSO E MUITO TRISTE,,E CORRUPçAO ESSES LIDERES PEDEM DINHEIRO E DIZ QUE E PRA O POVO POBRE DE ANGOLA.MAIS E PRA COMPRAR CASAS DE LUXOS E PENSAR SO NOS SEUS VENTRES.

    Curtir

  4. Osmar Fonseca
    01/05/2013

    Disse então ele: Vede não vos enganem, porque virão muitos em meu nome, dizendo: Sou eu, e o tempo está próximo. Não vades, portanto, após eles. Lucas 21:8

    Curtir

  5. julio cesar
    08/06/2013

    obedecer á Deus(1jo2:17)esperar em Deus(sl 27:14)agradecer à Deus pelas provas(tg1:2,12)pedir sabedoria à Deus(tg 1:5)ler a biblia(jo 5:39)e a vontade de Deus será feita na vida do crente(is 55:11)no tempo de Deus(ec 3:1)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 27/04/2013 por em Ser estrangeira.
%d blogueiros gostam disto: