Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Marcha para Jesus em São Paulo 2017: o $how tem que parar!


IMG_20170615_110028023Leia também: Uma análise sobre o uso de verbas públicas nas “Marchas para Jesus” parte 2: o caso de São Paulo.

No dia 15 de junho, feriado católico de Corpus Christi, tivemos mais uma Marcha para Jesus em São Paulo (leia aqui artigo sobre as diferenças e semelhanças entre esses dois eventos religiosos). Desde 2009 o Movimento pela Ética Evangélica Brasileira (MEEB) participa das Marchas e pouco ou nada há de diferente.

Comecemos pelo básico: os trios-elétricos. Em outras edições, os trios pertencentes ao dono da marca “Marcha para Jesus”, ou seja, o Apóstolo (?) Estevam Hernandes, seguiam adiante. Assim, os trios da Igreja Renascer em Cristo iam à frente e, no final, os trios menores de algumas outras denominações. Só que, neste ano, só havia trios da própria Renascer, denotando falta de unidade denominacional. E isso se refletiu no número de participantes, muito menor do que em outras edições. Chegamos a comentar entre nós que havia mais trios-elétricos do que participantes, e isso foi um fato. Excetuando os dois primeiros, onde houve aglomeração de pessoas pela presença dos “líderes”, havia grandes espaços entre os demais trios por falta de pessoas.

Ainda sobre os trios, um fato inédito: pela primeira vez eles passaram do lado direito da avenida, distantes ao máximo possível de onde estávamos com nossas faixas, numa tentativa infantil (para dizer o mínimo) dos “líderes” não visualizarem os dizeres bíblicos que portávamos. Suas consciências devem estar bastante pesadas por conta de suas condutas em relação ao Evangelho para que tal atitude fosse tomada. Enfim, até fingiram não ver as faixas dos “insignificantes” (nomenclatura nos dada pelo tal Apóstolo[?] em 2009), mas demonstraram que 8 gatos-pingados não são grandes e fortes como elefantes, mas podem incomodar muita gente através do Espírito de Deus.

Se os trios passaram distantes, os que marchavam ficaram mais próximos. Assim, muitas pessoas puderam ler as faixas e, quem sabe, refletir sobre elas. Além das “palmilhas gospel”, na qual muitos escreveram pedidos e colocaram dentro dos sapatos para marchar sobre eles, numa estranha “simpatia”, havia os que usavam coroas iguais as do “Burger King”, porém aludindo à Marcha. À propósito, o tema deste ano era Jesus é o meu rei ou coisa parecida, mas em todos os trios-elétricos havia grandes imagens dos Hernandes junto à frase “eu achei meu rei”. Porém, a forma como a imagem e a frase foram dispostas trazia uma conotação negativa. Ficava implícito que o “rei” daquele evento era o Apóstolo (?).

IMG_20170615_114156794_HDRE, como rei, ele tinha o direito de falar o que quisesse e todos lhe diriam “amém” sem pestanejar. E ele sabia disso e aproveitou-se da situação para demonstrar sua fidelidade (momentânea, é óbvio) aos atuais governantes, ainda que envoltos em gigantescas denúncias de corrupção, incluindo áudios e vídeos como o de um deputado carregando uma maleta de 500 mil reais (a “semanada” a qual o governante-mor teria “direito” por ajudar o empresário corruptor a lucrar mais com o meu e o seu dinheiro).

Segundo o UOL Notícias, “Indagado se isso representaria, por exemplo, também a renúncia ou o impeachment de Temer –que foi convidado para o evento, mas não confirmou presença–, o apóstolo negou. ‘Estamos em um processo em que ele já substituiu Dilma Rousseff e, apesar de ele ter o nome citado em delações, não há uma sentença definitiva. Além disso, sinto que o país talvez não suportasse outra mudança tão brusca de rumos –acredito que a mudança mesmo deve vir pelas eleições de 2018’, acrescentou. ‘Isso é o que todo mundo espera.'”

Não, senhor Apóstolo (?). Todo o mundo espera justiça, espera punição exemplar nesta terra para os corruptos e, no caso dos cristãos, ainda há a expectativa de que os bandidos venham a se arrepender dos seus delitos e colocar suas vidas nas mãos do Único Senhor e Salvador.

“Isso é o que todo mundo espera.” Com essa frase, o tal Apóstolo (?) sintetiza o verdadeiro motivo da Marcha (que ele espertamente patenteou com o nome “de Jesus”): mostrar ao mundo que tudo o que for definido e falado por seus organizadores reflete a vontade de toda a população evangélica do Brasil, representada pela multidão atrás do trio-elétrico. Nessa intenção, políticos são convidados e negócios são feitos nos bastidores, de modo que tanto políticos quanto líderes religiosos saiam satisfeitos. Corrupção santa?

Ainda se aproveitando de falar em nome da multidão de crentes, o Apóstolo (?) Estevam Hernandes disse, segundo o UOL Notícias: “Sobre o que o público evangélico espera de um Congresso substancialmente envolvido em escândalos de corrupção? ‘Que se votem projetos fundamentais à retomada da economia, como as reformas Trabalhista e Previdenciária. Pessoalmente, sou a favor de ambas’, posicionou-se o apóstolo.”

Embora o tal Apóstolo (?) diga que pessoalmente é favorável às reformas que tiram direitos trabalhistas adquiridos e dificulta sobremaneira a conquista da aposentadoria pelos cidadãos “normais”, ele deixa claro no início de sua fala que o público evangélico espera a votação de “projetos fundamentais”, ou seja, mais uma vez deixa nem implícito, mas explícito que os evangélicos, que ele diz representar, apoiam as reformas.

É para isso que ele patenteou a marca “Marcha para Jesus”: para usar os participantes como base de seu palanque eleitoral gospel, como fundação que sustenta sua lojinha de negócios gospel.

E é por isso que certas frases escritas em faixas lhe causam tanto medo e mal, a ponto de ter que se esconder delas.

IMG_20170615_102306332IMG_20170615_102325858_BURST000_COVER_TOPIMG_20170615_103036062

A verdadeira Marcha para Jesus não tem dono, não é patenteada, não faz barganhas políticas, não busca o próprio bem. A verdadeira Marcha para Jesus é tão dura e tão pesada que só uns poucos conseguem participar. A verdadeira Marcha para Jesus é aquela na qual pegamos nossa cruz e O seguimos. Até a morte do Eu.

Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!

A DEUS toda a honra e toda a glória para sempre.

IMG_20170615_133656318

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 21/06/2017 por em Ser estrangeira e marcado , , , .
%d blogueiros gostam disto: