Uma estrangeira no mundo

"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." – Jo 15.18

Os testemunhos que você NÃO vai ouvir naquela igreja evangélica


Como é sabido, não basta pregar Teologia da Prosperidade: tem-se que ter testemunhos poderosos de como o deus-mordomo deles é poderoso para realizar todos os desejos de quem dá os dízimos e ofertas, sendo quase um gênio da lâmpada gospel. Assim, nessas igrejas os testemunhos são todos de grandes vitórias, do fulano que morava na rua e agora tem 3 casas, 2 carros e um iate, do sicrano que conseguiu restituir o casamento e ficar milionário (não necessariamente nessa ordem), do outro que foi curado das doenças mais incríveis.

É claro que Deus tem poder para fazer tudo isso e muito mais, mas e Sua vontade soberana onde fica?

Abaixo alguns testemunhos que você nunca ouvirá nas “igrejas da prosperidade”, mas que glorificam e exaltam verdadeiramente o Senhor, não os falhos seres humanos.

“Antes de aceitar a Jesus eu tinha um certo prestígio e um bom emprego. Mas depois de conhecer a Jesus minha vida melhorou inexplicavelmente! Perdi o emprego, perdi os amigos do templo, fui açoitado, apedrejado, ameaçado de morte, passei por naufrágios, ganhei um ‘espinho na carne’ e tive passagem até por prisões. Glória a Deus, aleluias!!!” – Paulo de Tarso

“Eu era muito rico, tinha tudo do bom e do melhor mas algo faltava na minha vida. Mas aí Jesus tocou no meu coração e minha vida melhorou completamente! Abri mão de toda a minha fortuna e fui trabalhar com os pobres e humildes. Passei por muitas dificuldades, mas glória a Deus!!!” – São Francisco de Assis

“Irmãos, na semana passada pedi oração pelo filho do meu vizinho que tinha sido preso por pregar o Evangelho. Hoje soube do que lhe aconteceu: foi apedrejado e morreu por amor a Jesus Cristo. Glória e louvor ao Único Digno!!!” – vizinha da família de Estêvão

“Deus finalmente trouxe a resposta à nossa campanha de jejum e oração por nosso irmão. Nessa tarde ele foi morto na fogueira por defender o Evangelho de Jesus. Enquanto era consumido pelas chamas, quem assistiu disse que ele cantava ‘Jesus Cristo, Filho do Deus Vivo, tem piedade de mim’. Seu coração, encontrado entre as vísceras, foi espetado numa estaca e assado até se consumir por completo, numa morte humanamente humilhante. O Senhor seja louvado, glórias a Deus!!!” – amigo de John Huss

“Nosso irmão Policarpo se recusou a adorar ao César, e Deus lhe deu uma grande vitória. Foi levado ao tribunal, e continuou rejeitando adorar o César e se dizer cristão. Aí foi condenado à fogueira, mas não deixou que o pregassem e disse: ‘Deixem-me como estou. Não é preciso prender-me com pregos, pois Aquele que me dá forças para suportar o fogo também me fará permanecer na fogueira sem eu querer fugir. Ó Pai, eu te bendigo por me teres considerado digno de receber o meu prêmio entre os mártires’. Aí acenderam a fogueira, mas o fogo ficou ao redor do Policarpo e não o queimava, e então o carrasco lhe enterrou uma espada e saiu tanto sangue que apagou a fogueira. Aleluias!!!” – cristão que prefere manter o anonimato

“Soubemos que Deus completou a obra na vida dos irmãos Maturo, Santo, Blandina e Átalo. Após passarem a noite sofrendo as piores torturas, continuaram a se dizer cristãos. Os carrascos ficaram extenuados de tanto tortura-los, e mesmo assim não negaram sua fé. No dia seguinte foram jogados na arena, para serem comidos pelas feras. A irmã Blandina foi colocada numa cruz, e as feras não lhe tocaram, e foi jogada novamente na masmorra, onde foi executada dias depois. Com certeza receberam o maior dos tesouros: o galardão no Reino dos Céus. O Senhor seja louvado sempre!!!” – membro da igreja primitiva

E você? Seria capaz de dar glórias a Deus se algum dia um testemunho desses fosse dado em sua igreja? E você glorificaria a Deus se, ao invés das vitórias humanas, Ele lhe presenteasse com um testemunho desses?

Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!

Em homenagem aos missionários José Dílson e Zenaide, que hoje receberam o habeas corpus e já devem ter deixado a prisão no Senegal, e em homenagem aos milhares de cristãos verdadeiramente perseguidos neste mundo. Que Deus os ampare e fortaleça, e que seus testemunhos não sejam jogados na lama pelos falsos profetas da Teologia da Prosperidade (se você ainda não assinou a petição pela libertação dos missionários José Dílson e Zenaide, clique aqui e assine).

Alguns testemunhos foram adaptados d’ O Livro dos Mártires, de John Foxe, Editora Mundo Cristão – essa leitura não será recomendada nas igrejas da demoníaca Teologia da Prosperidade.

8 comentários em “Os testemunhos que você NÃO vai ouvir naquela igreja evangélica

  1. Josias Andrade
    05/04/2013

    Muito Bom ! Gostei muito, contudente!

    Curtir

  2. Moacir Teles Maracci
    06/04/2013

    Bom dia, irmã Vera e irmão Paulo. Escrevo não exatamente para testemunhar, mas para pedir esclarecimentos se possível. Estive em dificuldades financeiras muito sérias, ao ponto de quase perder minha casa financiada, pois três prestações estavam atrasadas, sem falar em outros compromissos que tive de adiar, correndo o risco de perder também o carro. Um pastor de uma igreja daqui de Presidente Prudente quis me convencer que “todas as pessoas que ‘sonegam’ o dízimo e negam as ofertas, sempre tem problemas dessa ordem”. Conversei com o pastor da minha igreja (Igreja Evangélica Reviver, que pode ser vista no Facebook), Éverson Spolaor que afirmou que é sempre melhor pagar o que se deve, pois dízimos e ofertas só são realizáveis quando se tem condições para isso, além de que isso deve ser sempre um ato de gratuidade. Ele cita exemplos de pessoas que não dizimam e estão prósperas (humanamente falando) e dizimistas que enfrentam dificuldades de toda ordem, inclusive financeiras, pois tais pessoas estão sempre na expectativa de um Deus provedor apenas. Bom, para resumir, recebi uma grande soma em dinheiro do chamado “bônus de mérito” do governo de São Paulo, anualmente pagos aos professores de escolas que atingiram certo índice no IDESP, que me foi suficiente para honrar todos aqueles compromissos citados, permitindo-me “respirar”. Meu pastor disse que esse acontecimento, de certa forma ajudou desconstruir a tese dizimista citada pelo outro pastor, já que eu não dava dinheiro nenhum em minha igreja, pois não tinha (e a igreja sempre soube disso). Dei oferta em minha igreja, onde estou há mais de um ano, sozinho, pois minha esposa e filha continuam na igreja daquele pastor. Orem por mim e pela minha família, pois necessito demais, e gostaria, se possível ter uma resposta de vocês sobre o que eu acabo de narrar. Deus os abençõe…

    Curtir

    • Estrangeira
      06/04/2013

      Irmão Moacir, a Paz!

      Na Igreja Primitiva não havia a exigência de dízimos. O que havia é que todos ajudavam quem precisava, de modo que não faltava nada a ninguém. Mas veja, a ajuda era para as pessoas, não para os templos de pedra, as instituições, até pq não existiam na época (o cristianismo era “marginal”).

      A ameaça desse pastor de Presidente Prudente é a mesma dos pastores da famigerada Teologia da Prosperidade: dê o dízimo e as ofertas na igreja ou o gafanhoto devorador, destruidor, guloso, etc irá acabar com suas finanças. Perceba que o poder de nos livrar do mal fica por conta da nossa ação de dar dinheiro na igreja, e não da vontade e do poder de Deus. Em outras palavras, elegemos o dízimo e a oferta como “ídolos” poderosos, assim como alguns acham que o poder está na água benta, ou no amuleto da sorte, etc.

      Eis um ótimo artigo sobre o assunto: Dízimo – obrigatótio ou não?.

      Estaremos em oração por vcs. Fique na Paz e bem!

      Vera

      Curtir

    • Laudinei
      10/04/2013

      Irmão Moacir, gostei do pastor da Igreja Evangélica Reviver, por sua posição coerente, coisa que não vimos no outro pastor citado. Infelizmente o outro representa a maioria, mas graças a Deus no CAMINHO, são poucos os que entram.

      Curtir

  3. Luís
    07/04/2013

    Vera,

    Me perdoe, mas lendo um livro do falecido pastor e ex padre Aníbal Pereira ele afirma que São Francisco citado era homossexual, até ai nada demais se este fosse o verdadeiro motivo para sua conversão, mas parece que não foi bem assim. Segue um link onde a verdadeira história, citada pelo sr. Aníbal sobre o mesmo santo era contada entre os padres. http://boanova.tripod.com/f-assis.htm.

    Luís

    Curtir

  4. telmo flores
    08/04/2013

    Puxa, irmã estrangeira, gostei muito tanto do post, como da respostas que deste ao irmão Moacir, estou estudando esta coisa de dízimos e ofertas e nada tenho encontrado que justifique-os da forma como são “cobrados” hoje na igreja, estes dias ouvi que Jó dava os dízimos pelos seus filhos, absurdo teológico e histórico. Choremos….

    Curtir

  5. RAIMUNDO
    25/10/2013

    Parabens irmã pelo bog,é muito esclarecedor.
    Creio que é hora de uma nova REFORMA PROTESTANTE ou melhor de uma AUTO REFORMA PROTESTANTE!

    Curtir

  6. RAIMUNDO
    25/10/2013

    Parabens irmã pelo blog,é muito esclarecedor.
    Creio que é hora de uma nova REFORMA PROTESTANTE ou melhor de uma AUTO REFORMA PROTESTANTE!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: